O Futuro do Bitcoin na Índia: Mineração, Exchanges e Depreciação da Rúpia

O anúncio do banimento de notas de Rúpia e captura de dinheiro feita pelo primeiro-ministro indiano Modi chocou a todos e criou “fantasias de indianos correndo para adquirir Bitcoin”. Embora as pessoas acreditem que a Índia será um mercado importante para o Bitcoin em um futuro próximo, a forma como eles adquirem Bitcoin terá profundas implicações sobre como a adoção do Bitcoin cresce na índia.

futuro-do-bitcoin-na-india

Repressão Financeira

Os indianos não confiam no governo ou nos bancos com seu dinheiro. A população da Índia, como a de muitos países em desenvolvimento, mantém sua riqueza sob a forma de ouro e propriedade. Os governos não podem imprimir ouro, e você sempre precisa de um lugar para viver e cultivar.

Uma grande porcentagem da população não tem um ID emitido pelo governo ou uma conta bancária. Eles lidam apenas com dinheiro. A proibição recente de Modi de notas de 500 e 1.000 rupias está causando estragos. O governo emitirá notas novas de 500 e 2 mil rúpias; No entanto, a fim de converter notas antigas em novas, uma pessoa deve fazê-lo através do sistema bancário ou através de uma estação de correios, mas apenas com um ID.

Devido à inflação elevada do CPI e a uma rúpia fraca (INR), os indianos armazenam a riqueza usando o ouro. O ouro em INR (XAU / INR) caiu 8,13% nos últimos quatro anos. Durante o mesmo período de tempo, o INR está depreciado a um índice de 25.18% contra o dólar americano (USD). O ouro superou em mais de 17%.

grafico-ouro-usd-india

O governo, em sua tentativa de forçar o maior número possível de pessoas a manter sua riqueza em INR, impõe as importações de ouro em 10%.

Por volta de 175 toneladas de ouro foram contrabandeados para a Índia em 2014.

Bitcoin é sem peso e sem fronteiras. Se os pagamentos digitais crescerem rapidamente na Índia, o Bitcoin se tornará uma maneira preferencial de salvar o seu próprio patrimônio. A questão é, como os indianos realmente comprarão seus Bitcoins.

Leia também  Ethereum bate recorde de preço e atinge um marketcap de US$ 6 bilhões

Comprando em uma Exchange na Índia

Para a maioria dos usuários de Bitcoin, se você quiser comprar Bitcoin, você transacionará em sua exchange preferida. Para países com pouca ou nenhuma restrição monetária, é bastante fácil comprar o Bitcoin. Os pares de moedas Bitcoin mais líquidos são XBT/CNY, XBT/USD e XBT/JPY.

Quando uma exchange abre em um novo país, eles importam liquidez do exterior. A consideração mais importante para a exchange é a oferta do Bitcoin. Dado que há muito poucas, se houver empresas locais de mineração Bitcoin, a oferta virá de comerciantes dos mercados USD e JPY. Eles não vão provir da China, já que o CNY não é livremente negociável.

Aqui está o fluxo de como um comerciante pode fornecer Bitcoin para a Índia:

  • Mantenha USD capital de giro offshore em uma grande exchange de Bitcoin.
  • Oferte XBT para venda em par a INR, em uma exchange local.
  • Quando alguém compra XBT com INR, compre imediatamente XBT usando USD e envie para a central local.
  • Em seguida, converta o INR para USD e repatrie para o exterior para a sua exchange de Bitcoin.
  • Repita o processo.
  • Se o capital pode fluir livremente entre INR e USD, isso permite que a Índia possa acessar instantaneamente uma grande pool de liquidez em  Bitcoin. Infelizmente, os indianos não podem converter livremente o INR em USD.

O Reserve Bank of India (RBI) permite que uma pessoa possa converter US$ 250.000 em INR em moeda estrangeira a cada ano. A grande ressalva é que você não pode usar essa alocação para comprar divisas no exterior.

Leia também  Euroclear planeja lançar em 2017 uma plataforma de negociação de ouro utilizando Blockchain

Esta restrição torna virtualmente impossível para as empresas comerciais importarem liquidez suficiente para a Índia.

btcxindia-exchange-bitcoin-na-india
Imagem: reprodução

O RBI pode permitir uma isenção para exchanges de Bitcoin importarem USD para a liquidez de Bitcoin na Índia. Mas essa isenção virá definitivamente com uma pesada tributação. O RBI levantou os direitos de importação de ouro como défice da conta corrente do país e o INR piorou. Eles não vão permitir que outra moeda livre de seu controle, possa sugar a liquidez do INR fora do sistema bancário.

Devido a uma falta de oferta, a comercialização de Bitcoin na Índia é substancial. A BtcXIndia é uma das únicas exchanges operacionais em que podem ser encontrados relatórios com volume de negociação. O volume de negócios de 24 horas é de 170 XBT.

Dado o atual regime de política monetária, a única maneira de aumentar a oferta da Bitcoin na Índia é produzi-lo localmente através da mineração.

Minerando Bitcoin na Índia

minerando-bitcoin-na-india

A razão pela qual a China é o maior mercado de Bitcoin do mundo é principalmente devido à grande oferta de que está sendo produzido em CNY termos. Os comerciantes chineses não precisam acessar a liquidez no exterior para adquirir o Bitcoin. Se tivessem que comprar Bitcoin de mineradores no exterior, seria difícil devido às restrições da moeda chinesa.

A China tem eletricidade, mão-de-obra e fabricação baratas. A Índia também possui eletricidade e mão-de-obra baratas, mas não é uma potência mundial na produção de chips de computador. No entanto, estes podem ser importados da China.

Sabe-se que o preço médio por quilowatt-hora da eletricidade na China é por volta de de US$ 0,025 a US$ 0,045, porém não se sabe se as farms de mineração indianas poderiam alcançar preços tão baixos. Quando mencionamos a perspectiva da mineração de Bitcoin na Índia, fontes informaram que é possível se trabalhar com hidrelétricas do Himalaia.

Leia também  11 exchanges japonesas de Bitcoin ganharam licenças regulatórias

A capacidade de mineração na Índia será colocada em linha somente se a demanda por Bitcoin for tão alta que ele empurrar o XBT / INR para um valor substancial sobre o par XBT/USD. Isso pode ocorrer devido a uma pesada tributação, ou uma escassez de comerciantes dispostos ou capazes de vender Bitcoin para INR.

Se o prêmio for maior do que eletricidade e os custos de importação de chips, então a mineração começará internamente na Índia. Nesse caso as farms de mineração de Bitcoin na Índia podem começar a produzir e fabricar seus próprios equipamentos muito como os chineses fazem hoje.

O componente mais importante é a demanda. Naturalmente sem a demanda a mineração de Bitcoin não vai se desenvolver na índia. Sem prêmio, sem mineração. O prêmio de 12% é incentivador, mas com apenas 170 Bitcoins sendo negociados nas últimas 24 horas, a demanda ainda não é suficiente para convencer os empreendedores a construir novas farms de mineração na Índia.

A natureza dos regulamentos financeiros indianos exigem que a oferta seja fornecida através da mineração. É preciso tempo para que o mercado produza sinais para os possíveis mineradores começarem a construir uma farm. A Índia ainda será um grande mercado de Bitcoin, mas este processo levará tempo.

Via: BitMEX Crypto Trader Digest
Adaptação e Tradução: Guia do Bitcoin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *