O ex-CEO da GAW Miners pode estar envolvido em fraude eletrônica

O ex-CEO da extinta empresa de mineração de criptomoedas, a GAW Miners, se declarará culpado de uma acusação federal de fraude eletrônica no final desta semana, de acordo com indivíduos com conhecimento do caso.

Josh Garza aparecerá no tribunal no dia 20 de julho para enfrentar a acusação, que está ligada a uma investigação realizada pelo Departamento de Justiça dos EUA através do Ministério Público dos EUA do Distrito de Connecticut.

O caso, que já foi relatado anteriormente, mas ainda não foi sujeito a quaisquer registros dos tribunais públicos, é acusado pela US Securities and Exchange Commission (SEC), que processou Garza e a GAW Miners por uma suposta fraude de valores mobiliários no final de 2015.

Garza se declarava culpado da acusação que surgiram através de ex-clientes que haviam falado com pesquisadores federais e depois compartilharam cartas do Departamento de Justiça detalhando o acordo de pedido pendente.

A GAW Miners, antes do colapso, vendeu equipamentos de mineração e depois começou a oferecer serviços hospedados para hardware. Posteriormente, a empresa mudou-se para um modelo de “mineração em nuvem”, no qual os clientes compram o poder de hashing e, efetivamente, uma parcela dos projetos da operação de mineração.

No entanto, as alegações de que a empresa estava operando um esquema de Ponzi (Pirâmide) – ou seja, vendendo mais poder de hashing do que possuía – perseguiram a empresa, mesmo quando se mudou para lançar sua própria criptomoeda, a suposta “Paycoin”

Leia também  D9 e MinerWorld são alvos de investigação no Paraguai por esquema de pirâmide financeira

Uma fonte com conhecimento da investigação do Ministério Público dos EUA confirmou a audiência de quarta-feira e o argumento de culpa. O escritório realizou uma sessão de informações na sexta-feira para antigos clientes, embora os detalhes dessa chamada ainda não tenham sido divulgados.

Ainda não está claro como o argumento de culpa afetará o resultado do caso da SEC, que ainda está ativo de acordo com os registros judiciais. Em junho, o juiz distrital dos Estados Unidos, Jeffrey Meyer, aprovou o pedido da agência por um julgamento padrão contra a GAW Miners e uma segunda empresa, a ZenMiners, num valor de US$ 11 milhões.

Via: Coindesk.com
Tradução: Guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

4 Comentários



  1. Prezados consumidores/investidores, mais uma vez venho expor toda minha indignação com o tratamento que venho recebendo da equipe de suporte da empresa MercadoBiticoin. Além de ter sido vítima de uma invasão em minha conta conforme já relatado acima, venho sofrendo cada vez mais prejuízos e desgastes diante do pouco caso demonstrado até o presente momento pela referida empresa. Cabe ressaltar, que além de não terem me dado uma satisfação plausível, informando o que de fato veio acontecer com minha conta e com todo meu saldo que em confiança se encontrava depositado em uma conta sob os cuidados da MercadoBiticoin. Outrossim, tiveram a ousadia de realizarem o total bloqueio do saldo remanescente, bem como de todos os demais valores que foram posteriormente creditados em minha conta fruto de operações realizadas em momento antecedente ao respectivo bloqueio, sendo que atualmente como dito acima, me encontro totalmente impedido de realizar quaisquer tipo de operação em razão de minha conta ainda permanecer bloqueada. Vale dizer ainda, que recebi uma resposta na qual estou sendo duplamente penalizado, ou seja, NÃO RESOLVERAM MEU PROBLEMA, IGNORARAM A LEGISLAÇÃO DE RESPONSABILIDADE (LEI 8078/90 CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR, CÓDIGO CIVIL E TODAS AS DEMAIS LEGISLAÇÕES PERTINENTES APLICÁVEIS AO PRESENTE CASO), se isentando a princípio de toda responsabilidade que possuem com a relação entre empresa e consumidor. Simplesmente me informaram que minha conta teve operações indevidas, informaram minha exclusão da empresa e o cancelamento de minha conta, alegando que iriam depositar o saldo remanescente em minha conta corrente cadastrada no site. Ocorre, que sequer realizaram o depósito conforme prometido. Sendo assim , não me resta outra alternativa, a não ser buscar o devido amparo judicial em razão de todos os prejuízos por mim suportados até o presente momento, e, alertar todos os demais consumidores que ainda operam com a MercadoBiticoin sobre a postura desrespeitosa desta empresa para não passarem pelo mesmo problema que estou passando.

    Responder

  2. FUI ROUBADO 25 BITCOIN DO MERCADO BITCOIN ONDE ESTAVA SOBRE CUSTODIA DO MERCADO BITCOIN E AINDA ME DESATIVARAM COM SALDOS MEUS REMANESSENTES , SEM ME DAR NENHUM TIPO DE DIREITO DE RESPOSTA, FUI NO ENDERECO MAS NAO SE FAZ ENCONTRAR DE ACORDO O REGISTRO NA JUNTA COMERCIAL E CNPJ, LIGUEI PRA 191 LAVRARAM UMA OCORREM ,PASSO PARA VCS CLIENTES QUE SE ALERTEM , POIS ESTOU TOMANDO MUITO PREJUISO , COM ESSA SITUACAO E O MERCADO NEM SE PRONTIFICAR EM PELO MENOS DA UMA SATISFACAO.

    Responder

  3. tive 25 btc(BITCOINS) SUBTRAIDOS DO MERCADO BITCOINS ,ENVIEI MENSAGEM PARA ELES QUE E SO VI SUPORTE NAO EXISTE UM TELEFONE , FALEI QUE TINHA DESAPARECIDO 25 BTC DA MINHA CONTA, NAO ME DERAM ATENCAO FALARAM QUE ERA EU QUE TINHA SACADO EU QUE TINHA SENHA ,FALEI QUE NAO , E O QUE FIZERAM ME DESATIVARAM MINHA CONTA E ALEM DE FICAR ATE O MOMENTOS SEM SOLUCAO DO MEUS 25 BTC AINDA FIQUEI SEM TER ACESSO SOBRE OS RESTANTE REMANESSENTES, QUE ESTAO SOBRE CUSTODIA DO MERCADO ,ESTOU INDGNADO COM O MERCADO BITCOIN , ELES NAO ADMITEM EM MOMENTO NENHUM EM FALAR SOBRE O PROBLEMA NAO RESPEITA O DIREITO DO CONSUMIDOR, ACHAM QUE O BRASIL E UMA TERRA DE NINGUEM COM MUITO DESCASO ,ENTRESTRISSIDAMENTE VENHO COM ESTA PALAVRAS NARRA ESTE FATO , TIVE NO ENDRECO QUE SE ENCONTRA JUNTO A JUNTA COMERCIAL E O CNPJ MAS A EMPRESA NAO SE ENCONTRA LA NAO EXISTE NINGUEM PARA ATENDER , ATE CHAMEI A POLICIA NO 191 , E A AUTORIDADE POLICIAL ESTEVE LA E REALMENTE NAO FOI COSTATATO A EMPRESA NAQUELE LOCAL E LAVRADO UMA OCORRENCIA.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *