Novo Ransomware ameaça usuários com divulgação de dados privados na internet tais como histórico de navegação e fotos e vídeos.

0 Comentários
Imagem: reprodução

O em questão se chama e pode divulgar o seu histórico de navegação para seus amigos. O ransomware foi encontrado na  Play Store e tem como alvo smartphones Android.

Apesar disso, os pesquisadores comentaram que o Leaker Locker não encripta os arquivos como feito normalmente em computadores pois os Apps usados não tem todas as permissões para que o malware possa funcionar de tal forma, mas alega que faz um backup dos dados no dispositivo para compartilhá-los. Especificamente, os dados são enviados para contatos telefônicos e emails na agenda.

Esse malware foi encontrado especificamente em dois aplicativos da loja de aplicativos do Google, a Google Play.

“Os aplicativos falsos em questão são: Wallpapers Blur HD e Booster & Cleaner Pro, que juntos, já foram baixadas mais de 15 mil vezes. “

Para não enviar as suas informações pessoais e todos os sites que você costuma navegar, o ransomware te cobra US$ 50 (o equivalente a R$ 160) que como sempre, devem ser depositados em uma Carteira de Bitcoins que pertence aos .

Leia também  Carrefour se torna o primeiro supermercado a adotar a Blockchain
Imagem: Labs

A recomendação dos especialistas da McAfee é de que os usuários não façam nenhum pagamento, não apenas pelo fato de que as ameaças do hacker são infundadas, mas também para não tornar o uso do ransomware um negócio lucrativo. A recomendação é desligar o aparelho e fazer uma recuperação completa do sistema, de forma a apagar todos os traços do malware.

Por isso, caso você ainda não tenha sido infectado, recomenda-se a realização de backups periódicos e o cuidado com o download de soluções, mesmo que elas venham da Google Play Store. Desconfie de aplicativos novos vindos de fontes não reconhecidas e faça uma pesquisa online antes de baixar softwares que parecem suspeitos.

A McAfee alertou a Google sobre a presença do ransomware na loja de aplicativos e a companhia disse que está “investigando o caso”. Apesar de a Google não entregar qualquer comentário extra, ambos os aplicativos falsos foram retirados da loja de apps.

Leia também  Se você pensa em investir em IOTA, saiba que precisará de muita paciência

Via: Dailymail.co.uk
Tradução: Guia do Bitcoin