Novo Ransomware ameaça usuários com divulgação de dados privados na internet tais como histórico de navegação e fotos e vídeos.

Imagem: reprodução

O Ransomware em questão se chama LeakerLocker e pode divulgar o seu histórico de navegação para seus amigos. O ransomware foi encontrado na Google Play Store e tem como alvo smartphones Android.

Apesar disso, os pesquisadores comentaram que o Leaker Locker não encripta os arquivos como feito normalmente em computadores pois os Apps usados não tem todas as permissões para que o malware possa funcionar de tal forma, mas alega que faz um backup dos dados no dispositivo para compartilhá-los. Especificamente, os dados são enviados para contatos telefônicos e emails na agenda.

Esse malware foi encontrado especificamente em dois aplicativos da loja de aplicativos do Google, a Google Play.

“Os aplicativos falsos em questão são: Wallpapers Blur HD e Booster & Cleaner Pro, que juntos, já foram baixadas mais de 15 mil vezes. “

Para não enviar as suas informações pessoais e todos os sites que você costuma navegar, o ransomware te cobra US$ 50 (o equivalente a R$ 160) que como sempre, devem ser depositados em uma Carteira de Bitcoins que pertence aos hackers.

Imagem: McAfee Labs

A recomendação dos especialistas da McAfee é de que os usuários não façam nenhum pagamento, não apenas pelo fato de que as ameaças do hacker são infundadas, mas também para não tornar o uso do ransomware um negócio lucrativo. A recomendação é desligar o aparelho e fazer uma recuperação completa do sistema, de forma a apagar todos os traços do malware.

Leia também  Ethereum entra na mira dos grandes bancos

Por isso, caso você ainda não tenha sido infectado, recomenda-se a realização de backups periódicos e o cuidado com o download de soluções, mesmo que elas venham da Google Play Store. Desconfie de aplicativos novos vindos de fontes não reconhecidas e faça uma pesquisa online antes de baixar softwares que parecem suspeitos.

A McAfee alertou a Google sobre a presença do ransomware na loja de aplicativos e a companhia disse que está “investigando o caso”. Apesar de a Google não entregar qualquer comentário extra, ambos os aplicativos falsos foram retirados da loja de apps.

Via: Dailymail.co.uk
Tradução: Guia do Bitcoin

Muito além do Bitcoin – Coluna do Celso Ming – Estadão

Compartilhamos o excelente artigo do colunista do jornal O Estado de São Paulo, Celso Ming: Share Posts relacionadosWaves Lab: Waves lança incubadora de startups Blockchain, com investimentos de ate R$…

0 Comentários

Wallet de Bitcoin Ledger faz parceria com a Intel

O carteira de hardware da ledger continua expandindo os objetivos de sua empresa, já que a startup acabou de revelar sua parceria com a gigante de tecnologia Intel, com sede…

0 Comentários