Novo Estudo revela que metade das ICOs falham miseravelmente nos primeiros quatro meses

0 Comentários

Cerca de 56% das startups de criptomoedas que obtêm dinheiro através de vendas simbólicas caem em quatro meses.

Essa é a última descoberta de um estudo realizado pelo Boston College nos EUA que estudou 2.390 ofertas iniciais de moedas ou .

Os pesquisadores analisaram a frequência de tweets das startups para supor que ainda estavam ativos.

Essa abordagem sugere aos pesquisadores que apenas 44,2% das startups permanecem ativas depois de 120 dias.

“O que descobrimos é que uma vez que você ultrapassa três meses, no máximo seis meses, elas não superam outras criptomoedas”, disse o doutorando em finanças e professor assistente na Escola Carroll da Universidade de Boston, Leonard Kostovetsky, um dos dois pesquisadores no estudo.

Leia também  Investidor bilionário Tim Draper aconselha presidente argentino a investir em Bitcoin

Nesse caso, as expectativas acabam sendo frutadas e as startups começam a morrer, pois as coisas não dão tão certo quanto planejado inicialmente.

Como os envolvidos nos projetos ICOs, buscam sempre atrair mais e mais investidores, as notícias negativas tendem a não ser divulgadas com tanto fluxo e como o projeto está morrendo, as contas consequentemente começam a ser menos ativas.

“O retorno mais forte é, na verdade, no primeiro mês.” disse o pesquisador, indicando que boa parde das ICOs confirmam retornos maiores logo nos primeiros meses.

“As pessoas geralmente olham para os retornos e dizem que isso é ótimo, mas ensinamos em finanças que o retorno é uma compensação pelo risco”, acrescentou Kostovetsky.

“Estas são apostas em plataformas que ainda não foram construídas, que ainda não têm participantes. Há muito risco. A maioria das ICOs falha.”

Leia também  Domínio da exchange BTC-e foi apreendido pela justiça dos EUA

 

Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link