Não coloque o seu Bitcoin em risco

0 Comentários

Em entrevista à CNN, Mark Risher, líder de segurança de do , que supervisiona problemas de fraude, abuso e identidade de e-mail, falou sobre a resolução dessas ameaças às suas contas de e-mail.

Recentemente, devido a um comprometimento da extensão oficial do Chrome MEGA, invasores tiveram acesso a senhas salvas, nomes de usuários e endereços de carteiras criptografados de pessoas com acesso aos portais Amazon, , Google e Microsoft.

Muitas pessoas postam absolutamente tudo sobre suas vidas na internet, fazendo com que scammers se utilizem de informações obtidas através de fóruns públicos e redes sociais para acessar carteiras de criptomoedas e roubar suas vítimas.

Mark afirma,

“Poderia ser apenas um caso de identidade ou culpa equivocada por associação. Eles poderiam estar usando alguém que parece ser de pouco valor para se dedicar a alguém considerado um alvo de maior valor, como alguém de natureza política… Ou talvez eles vissem que você estava discutindo o em um fórum público.”

Mantendo a sua privacidade

Segundo Mark, as principais vítimas são aquelas que postam frequentemente sobre os seus Bitcoins em fóruns públicos. Os scammers conseguem acesso às contas de e-mail dessas pessoas através desses fóruns. Soma-se isso ao fato de que muitos provedores de carteiras virtuais permitem que os usuários redefinam a sua conta digital através de e-mail. Os scammers se aproveitam dessa possibilidade, redefinem o e-mail da conta e roubam as criptomoedas.

Leia também  Taxas de transações de Bitcoin diminuem significativamente: $0.25 de taxa com confirmação em 6 minutos

Os golpes de e-mail  são conhecidos de longa data, mas os scammers, munidos de conhecimento sobre a vítima, conseguem fazer com que esse e-mail não seja indistinguível dos demais que a pessoa geralmente recebe. Mark afirma ainda que as pessoas tendem a esquecer suas senhas, endereços de e-mails e mensagens em redes sociais, isso faz com que aumente o tráfego de informação, fazendo com que os e-mails de pareçam autênticos.

Por isso é extremamente importante ser cauteloso. O uso de senhas complexas, a discussão aberta da quantidade de criptomoedas, acesso público a redes sociais e, no mínimo, utilizar um bom antivírus são essenciais para a segurança da sua carteira virtual.

Fonte: ambcrypto.com