MinerWorld se desculpa alegando que “não soube interpretar normas da CNV”. Será?

0 Comentários

Depois de não conseguir esclarecer o último comunicado divulgado pela Comissão Nacional de Valores (CNV), a CVM do Paraguai, a , agora tentou dar uma nova “explicação”.

Leia também  MinerWorld na mira do Congresso: deputado requer a presença de representantes do MPF e Senacon para audiência pública sobre fraude com criptomoedas

A empresa disse, em comunicado divulgado nas redes sociais, que “houve uma má interpretação por parte da empresa [Miner] em relação a reposta da entidade à consulta anteriormente submetida”.

Ou seja, pela simples leitura do texto divulgado (abaixo), a empresa deixa subentendido que seus funcionários/procuradores/gestores não souberam interpretar a resposta vinda de um órgão do governo Paraguaio. No mínimo questionável e estranho, não?

[Blacklist Bitcoin Brasil: Lista de sites suspeitos]

Não bastasse essa estranha situação, um dos diretores da CNV, Luis Talavera, afirmou, em entrevista concedida, que o órgão regulador Paraguaio recebeu vários e-mails, principalmente de brasileiros, indagando sobre o comunicado onde a Miner afirmou que estava autorizada a operar no Paraguai (imagem abaixo).

A empresa divulgou apenas uma imagem de um documento com a imagem borrada, que estava escrito em inglês (???) e se negou a prestar provas e a divulgar um link público do documento.

O advogado José Domingues da Fonseca, que escreve para o Guia do Bitcoin, afirma, ainda:

“Mesmo que a MinerWorld estivesse operando regularmente na Paraguai, o que não se confirmou até o momento, pela legislação brasileira, uma vez que o produto oferecido por ela é um valor mobiliário, ela não pode, sob pena de multa e caracterização de crime contra o mercado de valores mobiliários, oferecer esse investimento no Brasil, destinado à brasileiros e/ou em português. Saliento, ainda, que não há registro dessa autorização na CVM.”

Os próprios “afiliados” da empresa começaram a questionar a “idoneidade” alegada e alguns comunicaram que já estão retirando seus saldos e até surgiram reclamações sobre atrasos.


Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin. Nossos canais oficiais:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Página Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]