Mineração Ethereum: Análise de desempenho da Antiminer E3

0 Comentários

No início deste mês, surgiram rumores de que a estava desenvolvendo secretamente um poderoso . Este ASIC foi rumores de ter maior desempenho e eficiência energética quando comparado aos hardwares existentess no mercado.

O boato foi confirmado, e a Bitmain revelou o E3 em 3 de abril, e a comunidade Ethereum e mineradores temmotivos para se preocupar.

A segurança da rede Ethereum está em jogo.

À medida que players importantes como Bitmain entram no mercado, é possível que a empresa sem concorrentes a altura, controle uma pluralidade de poder de na rede. Quanto mais centralizada a rede, mais vulnerável a açõess mal-intencionadas e 51% dos ataques.

A Bitmain afirma que o E3 possui as seguintes estatísticas:

  • 180 MH / s (megahashes por segundo)
  • 800 watts de consumo de eletricidade
  • Preço de varejo: US $ 800

Como isso se compara a outras GPUs convencionais?

Análise do E3 Comparado a Outro

Com base nos dados do whattomine.com, aqui estão as estatísticas de algumas GPUs de mineração comuns:

Dados de desempenho baseados em whattomine.com; Os preços da GPU coletados pela média das três listagens de preço mais baixo em Newegg.com

O RX570, RX580, Vega 56 e Vega 64 são , enquanto o 1070TI, 1080 e 1080Ti são . Vale destacar que as AMD são consideradas mais eficazes na solução do algoritmo Ethash, enquanto as Nvidia são melhores para resolver outro algoritmo comumente usado, o Equihash.

Leia também  Qual o motivo da Bitmain vender Bitcoin e comprar Bitcoin Cash?

Com base nesses números, uma antiminer E3 é aproximadamente tão poderosa quanto seis RX570s.

Análise do Consumo e Custo de Eletricidade

Primeiro, watts por MH / s. Esse número representa o número de watts necessários para produzir um único MH / s de potência de mineração. O RX570 e o 1080Ti superam o desempenho do E3 por uma pequena margem. Sendo assim a Bitmain afirmou que:

“Estas são as estimativas conservadoras. Acreditamos que as mineradoras ofereçam maior desempenho e eficiência quando estiverem prontas para o envio”.

O que é incompreensível é a relação custo-eficácia do E3. Para cada $ 4,4 dólares, o E3 tem um MH / s adicional. Um mega hash é um termo para descrever a eficácia de um microchip na solução do algoritmo Ethash e representa um milhão de hashes por segundo.

Em comparação com outros chips, a é aproximadamente três vezes mais econômica por MH / s em comparação a outro hardware.

Obsolescência Rápida da Antminer S3

Lançado em 2014, o Antminer S3 agora está quase sem valor

Um aspecto positivo para os hardware GPU é a depreciação. Como outros ASICs, um hardware de mineração E3 Ethereum é inútil quando obsoleto.

Isso significa que a depreciação do E3 é muito maior quando comparada às placas ; assumindo que não aconteça uma mudança para o PoS, em dois anos, o E3 provavelmente se tornará inútil à medida que outros harwares ASICs forem desenvolvidos e a dificuldade aumentar.

Leia também  Bancos Indianos escolhem a Microsoft como provedor exclusivo de Blockchain na nuvem

Por outro lado, as GPUs possuem um mercado secundário robusto. As placas gráficas de alto desempenho de hoje, como as listadas acima, são atualmente algumas das placas mais potentes do mercado para realidade virtual, aprendizado de máquina e jogos de alto desempenho.

Embora chips mais novos e mais poderosos sejam lançados, essas placas gráficas ainda podem encontrar um mercado de consumo intermediário.

Depreciação pelos números

A Nvidia GTX 970 ainda é a melhor escolha para os jogadores

As placas de última geração, como a Nvidia GTX 970, 970Ti e 980, foram vendidas a US $ 329, US $ 549 e US $ 649, respectivamente.

O mercado secundário dessas placas ainda existe, embora essas placas não sejam rentáveis para mineração.

Com base nos dados coletados do eBay, em cerca de três anos, as placas mencionados acima sofreram uma depreciação de aproximadamente 50% ao considerar os custos de venda, taxas de frete e de vendedor.

As placas gráficas atuais devem ter as programações de depreciação. Então suas placas gráficas perderão 50% do seu valor nos próximos três anos.

A dificuldade de mineração aumentou de forma constante, apesar da falta de GPUs. A produção e uso do Bitmain do E3 podem sustentar o aumento da dificuldade.

No entanto, devido aos preços de mercado inflacionados, muitos mineradores compraram essas placas pelo dobro. Isso resulta em maiores perdas para o minerador quando revendem a placa. Com maior dificuldade, margens menores e agora o E3, é provável que os preços das placas gráficas diminuam à medida que a demanda diminuir e a dificuldade se ajuste ao novo hardware de mineração ASIC.

Leia também  Capitalização de mercado das criptomoedas bate novo recorde, US$600 bilhões

Os jogadores podem finalmente ter suas placas gráficas de volta.

A situação é uma má notícia para os mineradores da Ethereum. Diz-se que Bitmain minera com o seu hardware antes de vendê-lo ao público, explicando o recente aumento na Ethereum após o anúncio da antminer E3.

Além disso, significa que a Bitmain já fez seu dinheiro e está procurando desfazer das antminer E3, possivelmente para proteger-se contra um potencial hard-fork da Ethereum.

A Nvidia e a AMD também devem estar preocupadas. A mineração de criptomoedas contribuiu substancialmente para a demanda por suas placas gráficas. As mineradoras são um segmento altamente lucrativo para as duas empresas. A AMD e a Nvidia precisam desenvolver chips que possam competir com o E3 ou arriscar perder mercado para concorrentes como a Bitmain.

Em toda essa revolução, serão os pequenos mineradores que sofrerão.

Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: https://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]