Mineração de Bitcoin continua na Venezuela apesar da hostilidade do governo

O Atlântico informou que a mineração da Bitcoin venezuelana continua apesar dos esforços do governo para reprimir os mineiros. A Venezuela sofreu há muito tempo por uma hiperinflação extrema, inspirando muitos venezuelanos à mineração de criptomoedas para sobrevivência ou complementar seus rendimentos.

Leia também  Em desespero, Venezuelanos famintos recorrem para a mineração de Criptomoedas

Eletricidade barata torna a Mineração de bitcoin popular na Venezuela

Com a taxa de inflação anual prevista para chegar a 1.600%, a mineração de Bitcoin venezuelana provavelmente crescerá no curto prazo. Relatórios recentes indicam que o governo venezuelano vem iniciando uma repressão à mineração de criptomoedas, motivada pelas preocupações de que o Bitcoin pode constituir um meio de troca mais atraente do que o bolívar venezuelano.

A mineração de Bitcoin está ganhando popularidade na Venezuela em parte devido a uma abundância de eletricidade barata. Apesar de muitos venezuelanos que se esforçam para acessar commodities básicos como alimentos e até papel higiênico, a maioria dos cidadãos pode pagar o poder necessário para minerar criptomoedas.

“As pessoas não pararam de minerar… acabaram de ir mais fundo nisso” – diz Rodrigo Souza, fundador da Blinktrade

A primeira tentativa feita pelas autoridades para reprimir a mineração venezuelana de bitcoin foi a prisão de Joel Padron. Padron é o proprietário de um serviço de correio que começou a extrair bitcoin para complementar sua renda. É relatado que Padron foi preso e “acusado de roubo de energia e posse de contrabando e detido por 14 semanas”. Desde então, numerosas operações de mineração foram alvo, com alegação de alguns casos de uma “polícia corrupta” que roubou hardware de mineração “para lucro pessoal”.

O brasileiro Rodrigo Souza, o fundador da Blinktrade – a plataforma por trás da exchange venezuelana de bitcoin Surbitcoin, afirmou que as operações de mineração de bitcoin na Venezuela continuam, apesar das hostilidades das autoridades. “As pessoas não pararam de minerar… eles acabaram de ir mais fundo nisso”, disse Souza ao Atlantic.

“Minerar Ethereum é mais acessível e passa despercebido pela polícia”

O Atlântico também informou que a mineração de Ether está aumentando em popularidade na Venezuela. Um minerador da Ethereum disse aos repórteres que “a mineração de ETH ou Bitcoin é praticamente o mesmo princípio: usar eletricidade gratuita para gerar dinheiro, mas a mineração de ETH é mais acessível – tudo o que você precisa é software livre e um PC com uma placa de vídeo. Qualquer policial é facilmente enganado ao pensar que seu mineiro ETH é apenas um computador regular.


Para mais dicas como essa, siga-nos em nossos canais:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Linkedin: https://www.linkedin.com/company-beta/16221556

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]
loading...

Maia diz que criptomoedas irá combater sonegação de impostos

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse em entrevista à rádio Bandeirantes, que as criptomoedas permitirá combater a sonegação fiscal no país. “As criptomoedas pode nos garantir um…

0 Comentários

Bitcoin Pizza Day (22/05) – Meetup Bitcoin Porto Alegre

Dia 22/05 é o dia da primeira compra real de duas pizzas por 10.000 Bitcoins e, por isso, esse dia será celebrado por todo o mundo como o “Bitcoin Pizza…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link