Milo Yiannopoulos é banido da Coinbase três minutos depois de se registrar

0 Comentários

homem de óculos amostrando as mãos

O jornalista, empresário e palestrante britânico, que trabalhou como editor para o Breitbart News, um tabloide conservador com sede nos Estados Unidos, Milo Yiannopoulos, compartilhou uma tela que aparentemente indica que ele foi banido da Coinbase três minutos depois de registrar-se na exchange de criptomoedas.

Milo publicou uma captura de tela mostrando dois e-mails que recebeu da Coinbase em três minutos, que parecem confirmar que seu registro na exchange foi rapidamente revogado. Independentemente disso, a partir da informação disponível, parece difícil determinar se sua conta foi encerrada devido a uma proibição específica à ele, ou devido algum erro no processo de registro.

Yiannopoulos um conservador e apoiador convicto da liberdade de expressão, é um crítico feroz do politicamente correto, feminismo, Islamismo e outros movimentos e ideologias que tendem, segundo ele, para o autoritarismo de esquerda. A mídia americana o considera porta voz do movimento alt-right (direita alternativa). Yiannopoulos define-se como um repórter defensor da liberdade individual, um “fundamentalista da liberdade de expressão”.

A “exclusão” de Yiannopoulos da Coinbase ocorreu na mesma semana que personalidades de direita foram banidas do Facebook, Paul Joseph Watson e Milo Yiannopoulos, além de Alex Jones e Laura Loomer, acusados pela rede social de compartilhar “fake news” e espalhar “discurso de ódio”. A exclusão também foi aplicada no Instagram.

A comunidade cripto no Reddit foi rápida para comentar a situação compartilhada por Yiannopoulos em suas redes sociais. As opiniões na rede social estão divididas sobre a proibição ao ultradireita Yiannopoulos:

Card

Tradução: Milo é irritante, mas quando empresas de rede social, bancos e exchanges estão “chutando” pessoas como ele por serem rudes ou provocantes, isso é incrivelmente preocupante. Não é da conta de uma instituição financeira ou de uma exchange negar às pessoas o acesso a serviços financeiros com base em suas convicções políticas. É uma grande escalada na censura corporativa.

Card

Tradução: Eles são empresas privadas e você escolhe usá-los. Eles têm todo o direito de se dissociar de usuários ou ideologias que afetam negativamente seus negócios. Na verdade, eles podem ter uma responsabilidade fiduciária para com seus acionistas.

 A Coinbase agiu certo? Qual a sua opinião? Deixe-nos saber nos comentários abaixo.

Leia mais: Nova alta do Bitcoin fará preço bater os US$ 330.000

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.