Midea uma fabricante chinesa de eletrodomésticos quer produzir aparelhos com capacidade de minerar Bitcoins!?

0 Comentários

A Group, um dos principais fabricantes de na China, pretende patentear um método para minerar Bitcoin com itens domésticos, mostra os registros públicos.

O pedido anteriormente não notificado foi apresentado em novembro passado e publicado no início deste ano pelo Escritório Estadual de Propriedade Intelectual () da República Popular da .

O projeto da empresa atendem aparelhos que variam de condicionadores de ar, desumidificadores e TVs para serem construídos com harware de mineração embutidos no interior. Uma vez programados, os produtos se conectam a um serviço baseado na nuvem e contribuem com seu poder de hashing em segundo plano.

Como explica os documentos do pedido de :

“O método compreende as seguintes etapas: controlar o acesso à rede do aparelho doméstico e fazer login em uma conta Bitcoin através do aparelho doméstico, onde a conta Bitcoin é uma conta pré-registrada em um site de mineração Bitcoin, dirigir o controlador do aparelho doméstico [Minar], e armazenar… Bitcoins em uma carteira Bitcoin correspondente à conta Bitcoin “.

De acordo com o método proposto pela patente, executar o de mineração não afetaria a função normal do dispositivo, e o sistema funciona mesmo quando o aparelho não estiver em uso. Como resultado, “o alcance do serviço e o valor comercial do aparelho doméstico são aumentados”, ao mesmo tempo em que geram uma renda extra para o proprietário do produto.

Leia também  China está pronta para formar comitê de padronização blockchain neste ano

O conceito em si foi explorado ao longo dos anos, por empresas como a Startup de Bitcoin 21 Inc., A Midea é a primeira empresa na China a avaliar a idéia também.

A viabilidade das patentes de software na China também é pouco clara. Os programas de computador não podem ser patenteados, mas são elegíveis para proteção de direitos autorais. De acordo com a SIPO, o software pode ser patenteável se a combinação de código e hardware constituir algo verdadeiramente inovador.

Grupo Midea, que emprega mais de 125 mil pessoas, foi classificado em 450 na lista da Fortune Global 500 em 2017. Nas demonstrações financeiras do início deste ano, a empresa obteve um faturamento de mais de US $ 22 bilhões, pra se ter ideia do crescimento da empresa em relação ao ano fiscal de 2010 os da empresa não passava de US $ 2 Bilhões.

Leia também  A ETF do Bitcoin se aproxima, preço se consolida e outros fatores podem impulsionar a moeda digital

Via: coindesk.com

Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Receba notícias diárias sobre o Bitcoin:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Linkedin: https://www.linkedin.com/guiadobitcoin