Mercado perdeu $4.3 bilhões em golpes em 2019

1 Comente

De acordo com uma versão inicial do relatório sobre lavagem de dinheiro da CypherTrace, os “golpes de saída” ou exit scam, deram prejuízos bilionários durante o segundo trimestre de 2019.

De acordo com o release inicial, divulgado primeiramente pelo CoinDesk, as perdas totais relacionadas ao criptomercado atingiram US$4,3 bilhões este ano.

Os roubos realizados por hackers somaram um total de US$125 milhões durante o segundo trimestre. Durante todo o ano de 2019 até o momento, a soma já está em um total de US$227 milhões.

Tirando o lendário caso da QuadrigaCX, com uma perda de US$195 milhões, os hackers roubaram US$161 milhões no primeiro trimestre do ano.

Dado que as estimativas de preço da CipherTrace são definidas no momento do relatório inicial, o valor do prejuízo pode ser bem maior se considerarmos a flutuação de preço do criptomercado nos últimos meses.

O CipherTrace afirma ainda que o ano de 2019 pode ser o “Ano do ‘Golpe de Saída'”, com US$3,1 bilhões roubados através desses golpes e outros US$ 874 milhões em dinheiro desviado.

Esses números, observa a CipherTrace, são apenas preliminares e existem inúmeras outras alegações que ainda estão sob investigação.

Um golpe de saída não confirmado supostamente realizado pela exchange e esquema de pirâmide sul-coreano “Plus Token” está incluído nas estimativas. Os investidores podem ter perdido até US$2,9 bilhões. Os detalhes em torno do esquema de saída ainda não foram estabelecidos.

No total, investidores, usuários e bolsas perderam quase US$ 4,3 bilhões em atividades ilícitas.

A CipherTrace observa que os fundos ilícitos estarão cada vez mais sob investigação mais intensa, seguindo a recente as novas determinações do Grupo de Ação Financeira Internacional (FATF).

O que são os exit scam no criptomercado?

Um golpe de saída, ou como é mais comumente chamado, Exit Scam, é quando uma empresa simplesmente decide encerrar suas operações e fugir com o dinheiro dos investidores.

Esses são alguns dos golpes mais comuns do criptomercado e infelizmente estão muito presentes no cenário brasileiro.

Não é incomum que que empresas captem o dinheiro dos clientes para “investir” e depois aplicam um golpe fugindo com o dinheiro dos investidores.

Outro tipo comum desses golpes é quando corretoras acabam congelando o saldo dos clientes e não devolvem os valores.

Infelizmente esses são golpes difíceis de serem notados, já que pela maior parte do tempo a corretora age de forma normal, sem prometer nada grandioso.

Porém, para evitar cair em golpes no criptomercado, sempre desconfie de promessas de grandes lucros ou então de operações que não possuem muita credibilidade.

Veja também: Malware XMR agora rouba dados de usuários

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Escreva um comentário

1 Comentário

Agora fiquei em dúvida, hjamaa e g44 está aqui no nosso estado e ela está empregando muita genti. Eu não sabia dessas coisas que acabei de lê, ??????

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.