Mastercard quer unir criptomoedas com dinheiro tradicional: patente aprovada

0 Comentários

A Mastercard recebeu uma patente que concede a ela direitos para um método de “gerenciamento de reservas fracionárias de moeda blockchain”.

Com a patente mais recente da Mastercard, estamos chegando mais perto de usar nossos cartões de crédito com criptomoedas para comprar mercadorias. De acordo com o arquivamento, o método aborda o armazenamento de dinheiro fiduciário e criptomoedas em um perfil. Isso significa que, como usuário, você teria duas contas vinculadas a seu banco – uma para seu patrimônio fiduciário e outra para criptomoedas.

Mastercard acredita que as vantagens das criptomoedas são seus maiores desafios

No documento, a Mastercard justifica a patente explicando como os usuários têm preferido cada vez mais criptomoedas para moedas fiduciárias devido ao seu anonimato. A empresa acredita que alguns consumidores optaram por moedas digitais em um esforço para evitar fraudes.

No entanto, a Mastercard argumenta que as criptomoedas garantem muito pouca proteção aos recebedores de fundos. Enquanto os pagamentos fiduciários tradicionais são processados ​​em questão de segundos, as transações de criptomoedas podem levar até dez minutos. Se você está tentando pagar com criptomoedas em uma loja de varejo, por exemplo, a confirmação atrasada pode ser um problema.

Leia também  Onde e como comprar e vender Bitcoin no Brasil

Além disso, o documento afirma que as pessoas ficam surpresas com criptomoedas e blockchain porque são muito diferentes dos métodos tradicionais de pagamento. Por essa razão, a combinação de sistemas já existentes para moedas fiduciárias com ativos digitais poderia promover a adoção e, ao mesmo tempo, reter os benefícios da descentralização.

O que a Mastercard está planejando?

Embora, em teoria, tudo faça sentido, como geralmente acontece com as patentes, não está totalmente claro o que a Mastercard pretende fazer. Não há menção se este sistema seria suportado por uma blockchain própria, por exemplo.

Em um e-mail para a CNBC, Seth Eisen, vice-presidente sênior de comunicações da Mastercard, disse:

“Estamos sempre buscando formas de trazer novas ideias e novas inovações para o mercado, criando valor para nós, nossos clientes e portadores de cartões. Os pedidos de patente fazem parte desse processo, tomando medidas para proteger a propriedade intelectual da empresa, independentemente de a ideia chegar ou não ao mercado. ”

Além de sua conveniência para as massas, combinar sistemas tradicionais de pagamento com criptomoedas ajudará a combater fraudes, explicou a Mastercard. Hipoteticamente, o sistema usaria os algoritmos de fraude e risco existentes para avaliar a legitimidade das transações de criptomoeda, dando aos ativos digitais permissão para acessar as informações que não podiam antes – como dados do bureau de crédito, dados históricos da transação fiduciária ou informações demográficas.

Leia também  Falso "criador do Bitcoin", Craig Wright, está tentando patentear a moeda

Esta é apenas mais uma patente adicionada à longa lista de soluções baseadas em blockchain da Mastercard. No mês passado, o Guia do Bitcoin falou sobre duas patentes para a empresa bancária – uma para transações de blockchain anônimas e outra para um sistema de licitação de itinerário de viagens em blockchain. Como Eisen afirmou, esses poderiam ser apenas os esforços da Mastercard para proteger tantos sistemas e processos quanto possível, sem qualquer plano real para desenvolvê-los no futuro próximo.

Aviso de risco: Investir em moedas digitais, ações, títulos e outros valores, mercadorias, divisas e outros produtos de investimento derivado (por exemplo, contratos por diferença, “CFD”) é especulativo e representa um nível elevado de risco. Cada investimento é único e envolve riscos únicos.

Os CFD e outros derivados são instrumentos complexos e têm um risco elevado de perda rápida de dinheiro devido a alavancagem. Deverá ponderar se compreende como o investimento funciona e se consegue suportar o risco elevado de perda do seu dinheiro.

As criptomoedas podem ter preços flutuantes e, por isso, não são adequados a todos os investidores. A negociação de criptomoedas não é supervisionada por qualquer enquadramento regulador da UE. O desempenho anterior não garante os resultados futuros. Qualquer histórico de negociação apresentado tem menos de 5 anos e, exceto quando indicado, não é suficiente como base de decisões de investimento. O seu capital está em risco.

Quando negoceia em ações, o seu capital está em risco.

O desempenho anterior não é um indicativo fiável de resultados futuros. O histórico de negociação apresentado tem menos de 5 anos e, exceto quando indicado, não é suficiente como base de decisões de investimento. Os preços podem tanto subir como descer, os preços podem flutuar bastante, pode estar exposto a flutuações de taxa de câmbio e pode perder todo ou mais capital do que o que investiu. O investimento não é adequado para todos, certifique-se de que compreendeu totalmente os riscos e legalidades envolvidas. Se não tiver a certeza, procure aconselhamento financeiro, legal, fiscal e/ou contabilístico. Este website não oferece aconselhamento financeiro, legal, fiscal ou contabilístico. Alguns links são links afiliados. Para mais informação, leia o nosso aviso e declaração de risco completo.