Mais uma empresa japonesa está desenvolvendo chips de 7 nanômetros para mineração

1 Comente



O portal Bitcoin.com divulgou que outra empresa japonesa, a Triple-1 anunciou a criação de chips de mineração, que serão construídos em uma tecnologia de processamento de 7 nm. Recentemente a GMO Internet, também declarou o desenvolvimento desse tipo de chips, sendo assim a Triple-1 é a segunda empresa no Japão que trabalha com chips similares.

De acordo com a notícia, a Triple-1 desenvolveu um chip de teste, uma placa-mãe e um protótipo de um equipamento de mineração, construído com os chips de 7 nanômetros, chamados “Kamikaze”.

“Realizamos testes de teste, medindo a funcionalidade e eficiência do chip, em comparação aos chips ASIC”, disse o representante da empresa.

Segundo a empresa Triple-1, responsável pelo desenvolvimento do , o consumo de energia dos novos chips será de cerca de 0,05 watts por capacidade de 1 gigachech. Esses dados demonstram resultados aproximadamente duas vezes melhor que os microcircuitos populares baseados na tecnologia de processo de 16 nm.

“Embora a produtividade seja quatro vezes maior do que os produtos já encontrados no mercado, o consumo de energia se reduzirá”, disse Takuya Yamaguchi, presidente da Triple-1.

Os testes estarão prontos até o final de setembro. A produção em larga escala dos chips Kamikaze deve começar em meados de outubro, e os primeiros equipamentos devem ser entregues aos clientes até o final de novembro.

Fonte: bitcoin.com

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.