Maior startup Blockchain da China lançará tecnologia para bancos em 2017

0 Comentários

A Juzhen Financials planeja lançar sua própria tecnologia blockchain para bancos em 2017.

A maior startup de Blockchain com sede na China, em Xangai, a Juzhen, arrecadou US$ 23 milhões em setembro de 2016 para alvejar um grupo demográfico similar ao da Digital Asset Holdings e R3CEV.

Desde então, a Juzhen vem trabalhando ativamente com o consórcio blockchain ChinaLedger, além de prestar atenção aos desenvolvimentos do Ocidente, incluindo, segundo seus representantes, o lançamento do Fabric da Hyperledger e os produtos Corda da R3.

Ada Xiao, diretor de marketing da Juzhen no exterior disse:

“Estamos projetando nosso produto com base em nossa compreensão completa dos negócios e necessidades dos nossos membros.”

Um ex-associado na Fenbushi Capital, Xiao, disse que a tecnologia Juzhen vai ser um “avanço” na privacidade, biometria e controle de acesso. A empresa que ela indicou, está trabalhando com os membros do consórcio ChinaLedger, bem como seus próprios clientes, para refinar e testar a tecnologia.

“Vamos usar o produto da Juzhen como a camada subjacente e pretendemos construir todas as nossas aplicações em cima dela, incluindo o que estamos trabalhando para os membros da ChinaLedger”, disse ela.

Xiao estimou que a empresa lançará uma versão beta do produto no segundo trimestre, com o objetivo de lançar uma oferta comercial até o final de 2017.

Via: Coindesk
Tradução: Guia do Bitcoin

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.