Líderes e Bancos de Dubai investem cada vez mais na tecnologia Blockchain

Os líderes de Dubai estão empenhados em pesquisar e desenvolver a blockchain. Por exemplo, o príncipe herdeiro de Dubai quer que todos os documentos do , estejam disponíveis em um blockchain, até 2020. Agora, o maior banco em Dubai, o Emirates, fez uma parceria com ICICI da sobre um piloto de remessa com base em protocolos de contabilidade distribuídas.

Maior Banco de Dubai une forças com a Índia

Agora, o Emirates, a maior instituição financeira do Dubai, tem colaborado com ICICI (Índia), a disseminar o blockchain trade-finance e as remessas. As empresas disseram que esta será uma das primeiras parcerias bancárias entre o Oriente Médio e a Índia.

emirates-bank-dubai-investimento-blockchain

O Emirates explicou que os bancos podem criar vantagens em tempo real, e reduzir significativamente os custos utilizando . Isso inclui transações quase instantâneas e ordens de compra para as execuções de trade finance. O banco também tem notado que empresas como a Microsoft e o  estão adotando uma arquitetura de contabilidade distribuída. Além disso, tanto o Emirates quanto o ICICI Bank, afirmaram que irão trabalhar com a indiana Infosys na área de tecnologia.

Leia também  Governo Indiano poderá emitir própria criptomoeda

 

Os líderes acreditam que a tecnologia de Dubai será sempre uma história de sucesso

dubai-global-blockchain-ceo

Saif Al Aleeli, CEO da “Dubai Future Foundation” (DFF) diz que a agenda do grupo é criar um quadro institucional dentro da região. A DFF quer manter o papel de Dubai dentro história de sucesso tecnológico do mundo.

A história detalhes Al Aleeli é toda sobre uma vantagem competitiva sobre os outros. Al Aleeli explica, “para nós, a única maneira de fazer isso é correr mais rápido do que outros, ver o nosso objetivo antes que os outros, e tentar criar estratégias e planos para fazê-lo.”

Vários países já aderiram a Blockchain

A DFF tem parceiros em muitas iniciativas, incluindo a “World Federation of Future Sports” e o seu programa “Future Cities”. Além disso, em 2018 o Museu do Futuro vai incorporar inovações tecnológicas no transporte, saúde, educação, e cidades inteligentes. A DFF e o Conselho de Blockchain global acreditam que a tecnologia de contabilidade distribuída será fundamental para estes objectivos. Al Aleeli está confiante no avanço tecnológico do seu país dentro da atmosfera global, afirmando:

“Quando Dubai faz as coisas, que tendem a fazê-lo da maneira correta. – É verdade que queremos fazê-lo em primeiro lugar, mas fazê-lo bem também. O país quer ser um dos primeiros a implementar a tecnologia blockchain e suas aplicações relacionadas, em todo o Oriente Médio. Parece que o país e seus líderes estão se desenvolvendo com um bom começo, injectando capitais, formando organizações blockchain e construindo protótipos financeiros. Outros países, como o , a Estónia e a Índia estão na mesma missão.”

Via: News
Adaptação e Tradução: Guia do Bitcoin

Leia também  Reclamações relacionadas a Coinbase aumentaram 4.700% (até agora) em 2017

Posts relacionados

loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *