Libra perde mais um associado – Criptomoeda está em risco?

0 Comentários

Nesta segunda-feira, 14, segundo o site Bloomberg, a Booking Holdings, líder em viagens on-line (proprietária e operadora de alguns dos principais sites de viagens do mundo, incluindo Booking.com, Priceline.com e Kayak.com), tornou-se o sétimo membro fundador da Libra Association a deixar o projeto liderado pelo Facebook.

No dia 18 de junho, quando o Facebook introduziu a Libra pela primeira vez, foi falado que o projeto seria validado pela Libra Association, uma organização independente sem fins lucrativos sediada em Genebra e que havia 28 membros fundadores.

Porém, no dia 4 de outubro, o PayPal saiu do projeto Libra.

Quatro dias depois, 8 de outubro, dois senadores seniores dos EUA – Brian Schatz e Sherrod Brown – escreveram cartas aos CEOs da Visa, Mastercard e Stripe para compartilhar suas “profundas preocupações” sobre Libra por questões importantes sobre os riscos colocados por este projeto.

Eles também queriam que essas empresas considerassem como poderiam gerenciar esses riscos antes de prosseguir com o projeto, uma vez que o Facebook ainda não havia provado ao Congresso dos EUA ou às autoridades financeiras que está levando esses riscos a sério.

Então, no dia 11 de outubro, mais cinco organizações – Visa, Mastercard, eBay, Stripe e Mercado Pago – seguiram o PayPal e se retiraram da Libra Association.

Libra do Facebook em risco?

Com 7 dos 28 membros originais da Libra foram da associação que controlará o projeto, pode até parecer que está na hora do Facebook jogar a toalha, porém membros da comunidade não acreditam que esse seja o caso.

O primeiro ponto importante da questão é os senadores dos EUA praticamente ameaçaram as empresas com as tais cartas de preocupação. Primeiro, isso mostra que o governo continua, como sempre, tentando controlar a população através de táticas de ameaça.

Segundo, que os senadores estão se sentindo ameaçado pela Libra, por um motivo ou outro.

Outro detalhe interessante é que o efeito de tantas barreiras pode funcionar de forma oposta no Facebook. A associação Libra é feita para trazer descentralização (mesmo que artificial) para a rede Libra.

O Facebook tem a capacidade de fazer a Libra completamente sozinho, principalmente com a sua base de usuários gigantes.

Ainda resta saber qual vai ser o caminho adotado por Zuckerberg. Já no caso do Bitcoin, o ecossistema ganha com ou sem o lançamento da Libra.

Veja também: Coinbase conquista licença rara de dinheiro eletrônico na Irlanda

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.