Firma de criptos Kik vai levar a SEC para a corte

1 Comente

A Kik, companhia canadense por trás do aplicativo descentralizado de mensagens de mesmo nome, anunciou uma campanha de financiamento coletivo. A ideia da campanha é criar suporte financeiro para uma batalha judicial contra a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC).

O processo judicial está ligado à Initial Coin Offering (ICO) que a companhia tentou realizar durante 2017.  As informações são do Coindesk.

A campanha foi anunciada pelo CEO da Kik, Ted Livingston, e por Patrick Gibbs, que é um parceiro da firma de advocacia Cooley LLP, no podcast UnChained. A ideia do financiamento e do processo como um todo é que resulte em um novo teste de Howey para tokens criptografados para determinar quais são considerados security.

Um site dedicado ao projeto, chamado Defend Crypto, já está online e está aceitando doações em diferentes criptomoedas.

Segundo as informações do site, o financiamento não é apenas para dar suporte ao Kik, mas também para muitas outras empresas de criptomoedas que podem ter que enfrentar a SEC judicialmente.

O site Defend Crypto conta com doações em 19 opções, entre elas estão algumas das principais moedas do criptomercado, como o Bitcoin, Ethereum e XRP ou moedas mais desconhecidas como o Augur, DAI e a KIN, moeda nativa da rede Kik.

A Kik continua defendo a posição de que sua criptomoeda é usada como uma moeda, porém, a SEC acredita que a cripto deve ser tratada como uma security. A SEC pode até estar considerando ação coercitiva contra a firma.

O presidente da SEC, Jay Clayton já disse que acredita que todas as ICOs que ele viu eram uma security e que elas deveriam ser todas regulamentadas como as ofertas de securities são.

No novo site, a Kik diz:

“Depois de meses tentando encontrar uma solução razoável, a Kin foi incapaz de chegar a uma conclusão que não fosse impactar severamente o projeto Kin e todos no ecossistema. Então a Kin vai levar a SEC para a corte para garantir que tenhamos uma base de inovação sendo construída.”

Veja também: Bitcoin se preparando para atingir US$ 10.000, diz analista

Escreva um comentário

1 Comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.