JPMorgan: mercado de criptomoedas precisa de bancos

0 Comentários

fachada do banco jpmorgan

As instituições financeiras tradicionais não devem ser vistas como concorrentes do mercado de criptomoedas, mas como seus parceiros. Foi o que disse Ron Karpovich, diretor de soluções de e-commerce da holding financeira JPMorgan Chase American, em uma entrevista à CNBC.

Segundo ele, as empresas de criptomoedas, mesmo que por trás dos bastidores, serão forçadas a usar os serviços dos bancos para transferir fundos.

“Falando de margens e oportunidades, você precisa entender que os pagamentos nunca crescem com lucro – ninguém quer pagar por um pagamento. Esta é uma das partes mais difíceis deste processo: você tem recursos limitados na capacidade de vender, então você precisa de istituições altamente eficientes e grandes, disse Ron Karpovich.

Ele também declarou que a melhoria da infra-estrutura de pagamento como sendo o principal objetivo da tecnologia blockchain.

“Consideramos a tecnologia, em primeiro lugar, como um meio de acelerar e reduzir o custo das transações. Isso é consistente com as iniciativas do JPMorgan Chase na área da blockchain space, onde o banco é um grande player” , disse Karpovich, lembrando a plataforma DLT privada do Quorum e a Interbank Information Network (Rede Interbancária de Informações) construída com base nela.

Leia mais: 2019: As 6 melhores altcoins no top 50

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.