Japão de olho na Mineração de Bitcoins

O interesse do Japão em Bitcoin tem superado as expectativas. O país já está entre os 5 maiores mercado de Bitcon do mundo, estando várias vezes em primeiro lugar, superando nomes de peso como China e Estados Unidos. Agora os empresários japoneses estão interessados em uma nova modalidade, a Mineração.

Um artigo do site Asia Nikkei relatou que com o crescente interesse em Bitcoin e Altcoins por japoneses, mais empresas tem se mostrado favoráveis a esse mercado. Segundo a publicação, empresas como SBI Holdings, e GMO Internet demonstram interesse em transformar a Mineração em uma nova fonte de receita.

Em Setembro, o Guia do Bitcoin trouxe a notícia que a empresa GMO Internet estaria entrando no mundo da Mineração de Bitcoins, você pode ler toda a matéria aqui.

Por que a mineração, por que agora?

Com a quantidade crescentes de usuários utilizando o bitcoin com transações comerciais, a mineração tem se tornado uma empreitada lucrativa. No entanto, o investimento mínimo para esse negócio não sai barato, dificultando a entrada de usuários individuais ou de pessoas físicas. Em contra partida, mais e mais empresas tem investido pesado em mineradoras dedicadas a apenas minerar a criptomoeda. Estimasse que sejam mineradas aproximadamente US$7,84 milhões por dia, dez vezes mais do que a dois anos.

Leia também  Não conseguiu resgatar seus Bitcoin Cash? BTC.com agora tem uma ferramenta dedicada para isso

Segundo a Asia Nikkei, o plano das empresas não é montar mineradoras em terras japonesas, mas sim em países que a energia seja mais barata.

 

“Mas há a questão de manter as contas de energia gerenciáveis. Em agosto, o SBI criou uma nova unidade de mineração. O plano é estabelecer uma base de mineração fora do Japão, onde a eletricidade é barata. A Monex, enquanto isso, planeja emitir sua própria moeda digital e miná-la ” diz o artigo.

 

Enquanto uns choram outros riem

Com colapso instaurado na China por causa da proibição das ICOs naquele país e com rumores que as novas vítimas do governo comunista serão as mineradoras, o Japão tem tentado aproveitar da migração dos empresários daquele país. Grandes empresas provavelmente terão que partir para novas terras e, com a aceitação japonesa para o mercado de criptomoedas, o país asiático se mostra uma excelente alternativa para os empresários. Assumindo o lugar da China, o Japão terá que enfrentar a Russia, visto que o país já se mostrou muito interessado em investir recursos também para a mineração.

Leia também  Preço da Dash decola após ser aceito na loja oficial da Apple, a App Store

O que você acha, o Japão conseguirá se manter no topo do mercado das criptomoedas, ou a Russia não deixará isso acontecer? Entre os dois países, qual na sua opinião seria a melhor opção para se tornar o principal pool de mineração mundial?

Fonte: https://news.bitcoin.com

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin. Nossos canais oficiais:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

Bitcoins no seu e-mail

Digite o seu e-mail

 

loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *