Irã lança criptomoeda estatal lastreada em ouro

0 Comentários

visão panoramica da capital do Irã

Depois de semanas avançando na preparação, o Irã está lançando uma stablecoin lastreada em ouro, a criptomoeda chamada Paymon (que se traduz em ‘aliança’ em persa), foi criada exclusivamente para driblar as sanções impostas pelos Estados Unidos.

De acordo com o Financial Tribune, a nação do Oriente Médio está desenvolvendo a criptomoeda junto com a empresa fintech local Kuknos. A decisão chega menos de uma semana depois que a rede de televisão Al Jazeera informou que o Irã havia desenvolvido regulamentações de criptomoeda para sua economia interna.

A criptomoeda será vendida em uma exchange local e também tem uma parceria com quatro bancos iranianos, o Bank Mellat, o Bank Melli Iran, o Bank Pasargad e o Parsian Bank. É provável que a criptomoeda tenha como objetivo fornecer uma alternativa à plataforma de transferência internacional SWIFT, que é o meio pelo qual países como os Estados Unidos exigiram sanções fiscais.

O braço financeiro de crimes do Tesouro dos EUA FinCEN já alertou o Irã contra usos “ilícitos” de criptomoedas, presumivelmente se antecipando ao uso da moeda digital para escapar das sanções econômicas dos EUA. Ainda não se sabe se o Irã realmente conseguirar evitar as sançoes ao utilizar a PayMon, possivelmente será uma repetição do fracasso da criptomoeda venezuelana Petro.

O Irã já teria conversado com pelo menos oito países para desenvolver relações comerciais utilizando a criptomoeda, principalmente com a Rússia, que também enfrenta sanções SWIFT impostas pelos EUA.

“Bitcoin pode ser ‘moeda nativa’ da internet,” diz CEO do Twitter. Leia mais aqui!

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.