Investimento em mineração de Bitcoin volta a aumentar

0 Comentários

Um declínio repentino na mineração de Bitcoin e criptomoeda ocorreu durante todo o ano de 2018 por dois motivos principais, como notado pelo site CryptoDaily.

Em primeiro lugar, os custos crescentes de energia e equipamentos de mineração caros tornaram a instalação das operações de mineração muito mais caras do que costumava ser. Em segundo lugar e mais importante, o declínio no valor do Bitcoin fez com que os lucros da mineração caíssem.

Quem não se lembra do estouro da bolha em 2018? Depois de um ano 2017 estelar, o preço da moeda despencou em mais e 80%, isso acabou desanimando um grande número de mineradores, além de tornar a atividade quase insustentável.

A escala total desse declínio foi enorme e viu várias operações importantes de mineração fecharem – as fazendas de mineração de Bitcoin ficaram muito caras para operar, deixando muitas companhias à beira da falência.

De acordo com novos relatórios, no entanto, parece ter havido uma subida súbita no número de pessoas que compram equipamentos de mineração de criptomoeda.

À medida que as pessoas se tornam mais otimistas sobre o Bitcoin e à medida que mais investidores começam a ver a luz no fim do túnel, parece que as pessoas podem recorrer à mineração de Bitcoin mais uma vez.

Como comprar Bitcoin no Brasil!

De acordo com a Coindesk, as mineradoras na China estão começando a aproveitar ao máximo a compra de equipamentos de mineração Bitcoin usados e estão fechando acordos com usinas hidrelétricas.

O casamento dos dois – equipamentos de mineração baratos e energia barata por meio de um suprimento abundante significa que, com as despesas gerais baixas, a mineração de Bitcoin poderia começar a gerar lucros mais uma vez.

Com essas usinas hidrelétricas em operação, as mineradoras podem pagar cerca de US$0,037 por quilowatt/hora (kWh) de eletricidade, o que significa que estarão pagando muito pouco pela energia necessária para operar as plataformas de mineração.

Uma empresa por trás desse movimento, Hashage, prevê uma nova onda de mineração de Bitcoin na China.

“Xun Zheng, CEO da empresa, disse ao CoinDesk que, no mês passado, a empresa conversou com mineradores individuais e grandes fazendas de mineração, com uma demanda total de mais de 1 milhão de slots para a implantação de chips de mineração. De acordo com Zheng, os mineiros individuais, em média, procuram hospedar de 1.000 a 3.000 unidades de equipamentos cada um, enquanto fazendas maiores estão de olho em uma escala maior de dezenas de milhares de máquinas.”

Além disso:

“Ele acrescentou que, embora os custos exatos de eletricidade com as usinas hidrelétricas locais não sejam finalizados até o final de março, as mineradoras já começaram a procurar recursos e a negociar acordos com as fazendas de mineração antes que a estação chegue, para que tenham tempo suficiente para enviar o equipamento para as montanhas e montá-las.”

Como muitos, a Hashage previu um novo impulso para a mineração de Bitcoin, algo que pode ser lucrativo no caso em que o Bitcoin começa a voltar ao valor tão procurado de US$20.000,00.

Veja também: XRP supera resistência de US$0,30

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.