Hold Bitcoin: Observação das ondas, uma nova ferramenta da análise de dados

0 Comentários

O marcou o surgimento de uma nova classe de ativos, baseada na tecnologia . Em grande parte devido à alta rentabilidade dos investimentos, o volume desse mercado está crescendo todo ano, atraindo cada vez mais novos investidores, inclusive do mundo das finanças tradicionais.

Os investimentos em criptomoedas ainda são considerados entre os de maior risco. Este risco é em grande parte devido à sua alta volatilidade, bem como a metodologia pouco desenvolvida para sua análise fundamental. Assim, muitas ferramentas clássicas usadas no mercado financeiro tradicional são muitas vezes completamente inadequadas para estimar e prever os preços das criptomoedas.

No entanto, o progresso não está estagnado, e há uma variedade de serviços analíticos e novos indicadores, criados especificamente para o bitcoin e outras criptomoedas.

Veremos abaixo a tradução do primeiro artigo do co-fundador da , , sobre o ciclo “Análise de dados bitcoin”. Este material é dedicado a uma nova oportunidades para uma análise fundamental da principal e a previsão do preço no longo prazo.

Análise de dados bitcoin

No bitcoin, uma curiosa estrutura contábil chamada (Unspent Transaction Output) é usada. Todos esses UTXOs são dotados de registros de data e hora apontando para as transações / blocos em que foram criados. Como todos os bitcoins existentes possuem , isso significa que cada um deles tem sua própria idade. O último não se origina a partir do momento da criação do primeiro bitcoin, mas a partir do momento em que as moedas participaram da .

Como o bitcoin armazena todo o histórico de transações na blockchain, ele oferece uma oportunidade de analisar o passado e analisar o UTXO, distribuído por idade e tempo.

O Unchained Capital primeiro analisou a história do bitcoin UTXO há cinco anos. Os resultados nos levaram a começar a trabalhar em um produto de crédito criptografado. Agora nós publicamos nossas descobertas, porque acreditamos que elas são fascinantes e informativas. Você concorda com essa análise? Deixe sua opinião na seção de comentários.

Vamos começar a analisar os dados!

Distribuição de Bitcoin UTXO por idade

O gráfico abaixo ilustra a distribuição do UTXO bitcoin por idade, começando com o bloco gênese:

As camadas de cores mostram a gravidade específica dos bitcoins que participaram em diferentes períodos de tempo em transações (suas “idades” são anotadas na legenda gráfica). Assim, as cores mais baixas e mais quentes (vermelho, laranja) correspondem a, transações que foram realizadas muito recentemente. Já as cores superiores e mais frias (verde e azul) denotam bitcoins que não estão envolvidos em transações há muito tempo. Por todo o tempo, a oferta monetária de bitcoin cresceu de 50 para cerca de 17 milhões de BTC. O gráfico foi ordenado de acordo com o número de bitcoins para cada tempo específico (eixo esquerdo Y). A linha preta mostra a dinâmica logaritmicamente suavizada do USD / BTC (eixo direito Y).

Este gráfico é interessante, porque reflete as mudanças visíveis a olho nu que ocorreram na distribuição do BTC ao longo da história da criptomoeda. As disparadas de crescimento acentuado – faixas etárias pintadas em tons quentes (menos de um dia, dia – semana, semana – mês) – significam grandes quantidades de bitcoins envolvidos nas transações.

O crescimento constante dos grupos etários superiores, mais “frios” (2-3 anos, 3-5 anos,> 5 anos) indica bitcoins que permanecem imóveis em períodos entre variações de preços. A interação entre essas duas estruturas ilustra o comportamento dos investidores de bitcoin durante os ciclos de mercado.

Leia também  Maior fornecedora de Energia da Alemanha passou a aceitar Bitcoin para pagamento de contas

Vale a pena notar que, para os ativos tradicionais, é impossível criar esse tipo de gráfico. Tais dados podem ser rastreados ao longo da história apenas em bitcoins e outras redes blockchain públicas. Isso permite analisar o comportamento do mercado em larga escala pós-factual.

Introdução as ondas

A tendência geral após cada rali de preço do bitcoin é exatamente o que chamamos de onda HODL. Ela começa a se formar quando o movimento de grandes somas de bitcoins ocorre no contexto de estabelecer um preço máximo. Posteriormente, eles se tornam “novos” BTC, cuja idade é de um dia a uma semana. Então estes bitcoins gradualmente “envelhecem”, movendo-se em cada grupo subseqüente e se tornando propriedade de novos “indicadores”.

A onda HODL é exibida visualmente no gráfico e representa uma combinação de curvas. Para este último, é característico que cada um dos grupos etários em algum momento se torne muito mais amplo e se afaste mais à medida que o rally de preços se desenvolve.

A imagem abaixo mostra algumas das maiores ondas HODL:

Neste gráfico, ilustrando a distribuição de UTXO por idade, os picos de preço são anotados. Linhas brancas sólidas mostram ondas HODL – modelos mostrando como os bitcoins “novos” eventualmente passam em cada camada sucessiva. Apenas as três maiores ondas HODL são representadas aqui. No entanto, existem muitas ondas menores em escala menor.

Breve história das ondas HODL

O início do HODL: janeiro de 2009 – junho de 2011 (o preço do bitcoin $ 0-33)

Distribuição etária da UTXO no contexto da primeira onda HODL na história do bitcoin

A primeira onda HODL (a chamada “gênese-HODL”) não foi causada pelo rápido crescimento, porque naquela época o bitcoin não tinha preço. O início foi devido ao acúmulo primário de bitcoin por Satoshi Nakamoto e os primeiros mineradores.

Durante o primeiro ano da existência do bitcoin, a comunidade era muito pequena e o volume de transações era baixo. Além disso, não havia plataformas de negociação em que o preço do bitcoin para o dólar fosse definido. Por estas razões, as moedas que foram “criadas” durante 2009 não foram incluídas na transação. Esses bitcoins simplesmente se encontram e gradualmente passam para as faixas etárias “mais antigas”.

Como resultado, as faixas etárias multicoloridas mudam de umas das outras no diagrama, depois de um tempo após o aparecimento do bloco gênese. Por exemplo, uma faixa etária de 12 a 18 meses aparece exatamente um ano após o bloco gênese. A faixa etária cresce por um tempo, mas depois começa a diminuir, à medida que todos os bitcoins existentes passam para a próxima categoria.

Como naquela época não havia nenhum lugar para vender o bitcoin, Genesis-HODL no gráfico parece mais intenso. Assim, os primeiros mineradores não tiveram escolha a não ser “Holdar” o bitcoin e esperar. No futuro, as ondas se tornarão menores, já que os donos de bitcoin terão a oportunidade de ir a qualquer momento para moeda Fiat.

Leia também  O Lobo de Wall Street, Jordan Belfort, chama o Bitcoin de "fraude"

Pela primeira vez, tudo mudou radicalmente em meados de 2010-2011. Então, em 2010, surgiu a primeira exchange de Bitcoin, a MT. Gox. Em 2011, a Bitstamp, Kraken e Coinbase apareceram. Essa foi a época em que os donos de criptomoedas finalmente tiveram a oportunidade de negociar on-line.

Até fevereiro de 2011, o preço do Bitcoin não chegou a US $ 1, mas os primeiros mineradores tinham acumulado milhares de BTC. Por que não ganhar um pouco de dinheiro?

Em 23 de abril de 2011, Satoshi deixou o bitcoin. Foi então que pela primeira vez a criptomoeda atingiu a marca de $ 1. Satoshi ainda tem cerca de 1 milhão de BTC, então ele (ela, eles?) Já era um milionário. Talvez isso já fosse o suficiente?

“Eu mudei para outros assuntos“, Satoshi Nakamoto, 23 de abril de 2011 (1 BTC = $ 1).

Onda-Hodl 2011: junho de 2011 a dezembro de 2013 (US $ 33 – 1k)

Distribuição etária UTXO no segundo plano da segunda onda HODL na história do bitcoin

No início de junho de 2011, houve o primeiro grande colapso – o preço do bitcoin de US $ 33 caiu para US $ 2-3 em novembro do mesmo ano. Depois de quase dois anos, em abril de 2013, o preço do bitcoin atingiu a marca de US $ 198.

Durante a alta para US $ 33 em junho de 2011, todos os vendedores de bitcoin eram mineradores. Ninguém mais tinha o BTC para vender senão eles.

No entanto, a recuperação para US $ 198 foi diferente. Os grupos que mais influenciaram no período de preparação para o rali foram os bitcoins com idade entre 12 e 24 meses. Com toda a probabilidade, esta foi a primeira onda de investidores (isto é, não mineradores) – aqueles que venderam para garantir lucros. Esses investidores compraram seus bitcoins na véspera do rally por US $ 33, assim como depois dele.

O Bitcoin voltou a cair – de US $ 198 em abril de 2013 para US $ 69 em julho de 2013. Só então, em dezembro de 2013, ele superou a marca dos US $ 1.000. O “panic sell na expectativa de uma nova onda de euforia não foi tão forte assim.

Este foi o primeiro grande “evento”, que foi divulgado na mídia. Muitas grandes exchanges, como Bitstamp, Kraken e Coinbase (para não mencionar o Mt. Gox), naquela época já tinham vários anos e estavam maduras o suficiente para satisfazer a demanda da época.

Após a recuperação para US $ 1.000 em 12 meses, mais de 60% do BTC naquele período foi gasto. Este foi o último momento para a oferta monetária de bitcoin, quando o nível geral de seu uso estava no nível mais baixo. Quem vendeu? Novamente, estes eram investidores que estocaram o BTC por 2-3 anos, quando ele conseguiu chegar a marca de US $ 33 e, em seguida, US $ 198.

Grande HODL: final de 2013 a dezembro de 2017 (US $ 1k – US $ 19k)

A distribuição etária do bitcoin UTXO durante o “Great HODL-2014” – a terceira onda HODL significativa na história do bitcoin

Após o colapso em dezembro de 2013, o bitcoin voltou a atingir a marca de US $ 1000 somente após mais de três anos – no início de 2017.

Leia também  Polêmica: Bitfinex força usuários a enviar informações fiscais e pode compartilha-las com o governo

No entanto, a alta para US $ 19 mil em dezembro de 2017 foi realmente impressionante. Os principais jornais escreveram sobre isso e muitos novos investidores entraram no “jogo”, incluindo os extremamente “tradicionais”.

Em fevereiro de 2017, quando o preço já havia superado a marca dos US $ 1000, quase 60% dos bitcoins tinham mais de um ano. No ano passado, 20% dos bitcoins existentes pela primeira vez em vários anos participaram de transações. Para quê? Achamos que há três razões principais para isso.

Lucro

Parte do volume total das transações em 2017 foi realizado com o objetivo de se obter lucros. Em seguida, os investidores que detinham os bitcoins por 12 meses ou mais, e até mesmo alguns daqueles que os “detinham” por 2 a 5 anos, os venderam. Durante esse rali, 15% dos bitcoins emergiram dessas faixas etárias e “recuperaram a juventude” novamente. As vendas começaram quase imediatamente depois que o BTC cruzou novamente a marca dos US $ 1 mil em fevereiro de 2017.

ICO

Este período coincide com o crescimento dos tokens padrão Ethereum, ERC-20 e o escopo das ofertas primárias de moedas em geral. Numerosas ICOs levou os donos de Bitcoin a investir o “ouro digital”, esse investimento contribuiu para o rápido crescimento do preço da ETH.

Bitcoin Cash e Segwit

 

A distribuição etária do bitcoin UTXO durante a implementação do Bitcoin Cash (1º de agosto) e Witness (Segregated Witness) (24 de agosto)

O último fator foi o hard-fork do Bitcoin Cash, que ocorreu em 1º de agosto de 2017, e a subsequente introdução da Segregated Witness no protocolo do bitcoin em 24 de agosto de 2017. Ambos eventos fizeram com que os grandes volumes de bitcoins participassem de transações pela primeira vez em muitos anos. Então os “grandes holders” finalmente os usaram para obter moedas devido ao hard-fork e para transferir o BTC para os novos endereços SegWit.

Os dados demonstram de maneira convincente o significado desse evento. Então, em agosto de 2017, 25% dos bitcoins pareciam ter menos de um mês. Isso é aproximadamente 4 milhões de BTC ou US $ 17 bilhões em valor nos preços daquele período.

Nova onda HODL: dezembro de 2017 – … (US $ 19k -?)

Atualmente, após a decolagem em 2017 e a queda em 2018, a parcela de bitcoins com mais de 12 meses diminuiu para 40%. Isso levou ao fato de que agora a “idade” média dos bitcoins atuais é quase a mesma que a do último grande aumento para US $ 1.000.

E depois de todo grande evento, o “grande HODL” seguiu. Os dados indicam que surgindo uma nova geração de investidores e holders de longo prazo.

A partir de janeiro de 2018, a categoria de bitcoins com 6-12 meses de idade quase dobrou, passando de um mínimo de 7,76% para 14,63%.

Será interessante assistir a essa nova onda HODL pelos próximos meses e anos. Qual o preço necessário para o fim da onda e uma nova etapa na fixação dos lucros?

Se você estiver interessado em saber a resposta para essa pergunta, retorne a este post depois de um tempo. Vamos atualizar constantemente a tabela de distribuição etária UTXO, que está disponível por referência.

Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: https://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]