Halving do Litecoin trouxe mais problemas para a rede, Bitcoin precisa tomar cuidado?

0 Comentários

O Litecoin, que por muito tempo foi chamado de “a prata para o ouro do Bitcoin”, passou pelo seu aguardado halving no dia 8 de agosto de 2019, após o qual a recompensa da mineração caiu de 25 LTC para 12,5 LTC. O aumento de preço das moedas de PoW em torno de suas metades é uma percepção comum.

O mesmo aconteceu com o Litecoin antes do halving, com a moeda subindo 500% a menos de 200 dias antes do evento. Muita gente estava esperando ainda mais altas, com a moeda sendo precificada cada vez melhor por causa da falta de oferta e aumento de demanda.

O que aconteceu e está acontecendo com a rede Litecoin após o segundo halving é um problema, no entanto.

A taxa de hash do Litecoin no dia do halving era de 381,29TH/s,  e no momento da publicação deste artigo, a taxa de hash era de 187,99 TH/s. Este é um declínio de 50% em mais de 3 meses. Foi em associação com esse declínio que Oscar Pacey, consultor de economia de rede, apontou que, em 8 de novembro, o Litecoin havia perdido 40% de seu valor em termos de USD e 22% de seu valor em termos de BTC.

Como a recompensa da mineração foi reduzida pela metade após julho e o preço do Litecoin não subiu, comparando isso com o colapso de sua taxa de hash, o usuário assumiu que as mineradoras estavam minerando anteriormente no ponto de equilíbrio.

Ele continuou dizendo:

“Como os joules são pagos em dólares, o preço do BTC não é tão relevante. Se LTCUSD for de -40%, a receita será de -40% x2 pela halving= -80%. A dificuldade diminuindo 60% implica que ainda temos 20% a mais (assumindo que hardware mais eficiente não foi lançado – acredito que não).”

Veja como comprar Bitcoin

Pacey fundamentou sua suposição, afirmando que havia uma pressão de venda reduzida por parte dos mineradores e que então, a taxa de venda também deveria ser reduzida pela metade, considerando como eles estavam minerando sem lucros.

Concluindo a sua argumentação, Pacey acrescentou que os hodlers estavam subsidiando as mineradoras e que, se quisessem manter a LTC imutável, era necessário que houvesse um aumento no preço da LTC. Isso pode acontecer aumentando a pressão de compra, com um subsídio voluntariado com maiores taxas de transação, aumentando a atividade de mineração e aumentando a adoção.

Esses eventos são precisamente o que a comunidade temia antes do halving. Apesar do Litecoin não ser mais tão exemplo para o Bitcoin, já que as duas moedas se distanciaram consideravelmente nos últimos anos, esse é um caso que deve ser analisado.

O Halving do Bitcoin está chegando e, assim como foi com o Litecoin, os traders têm esperança de que a moeda via ter uma grande alta e não vai cair em momentos difíceis.

O Bitcoin é, teorica, pratica e fundamentalmente um moeda mais forte que o Litecoin. É bem provável que a baixa na oferta aumente sim a demanda, como espera os especialistas. Mas o que aconteceu com o Litecoin não deve ser ignorado.

Veja também: Bakkt continua quebrando recordes enquanto CME tem queda de contratos futuros de Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.