Hackers usam exploit da NSA para minerar Monero usando computadores das vítimas

1 Comente

Relatórios detalharam um trojan de malware que usa uma ferramenta de hacking da NSA para infectar computadores Windows com um script de de criptomoeda. O vírus identifica os recursos disponíveis no PC da vítima que pode ser usado para iniciar a da Monero (XMR), uma criptomoeda alternativa orientada para a privacidade financeira.

O Trojan foi relatado pela primeira vez pelo Antivirus russo Dr.Web

O trojan foi relatado pela primeira vez pelo antivírus russo Dr.Web, que descobriu o vírus sob o nome genérico de Trojan.BTCMine.1259. O trojan foi identificado como uma ferramenta de hacking da NSA chamada , que é usada para infectar computadores que executam serviços não seguros do Message Message Block (SMB) – um protocolo de rede predominantemente usado para fornecer acesso compartilhado a arquivos, impressoras e portas seriais.

Leia também  Berlim, terra de entusiastas do Bitcoin

Uma vez infectado, o malware abre uma porta que permite que os hackers executem código em uma máquina. Se o computer possuir os referidos recursos estimados para minerar a criptomoeda, o script de mineração será baixado, e começará a minerar a e desviar o XMR para a carteira do hacker. Os especialistas também observam que o trojan é capaz de se desligar quando o proprietário de um PC abre o utilitário do Gerenciador de Tarefas, permitindo que o malware permaneça oculto enquanto estiver em operação.

Via: News Bitcoin
Tradução: Guia do Bitcoin