Hackers invadem serviço da Amazon para minerar Bitcoin

 

De acordo com um relatório recente do grupo de inteligência de segurança RedLock, os hackers foram capazes de invadir os serviços da Amazon Cloud de duas empresas para minerar Bitcoin.

Em um artigo recente, a Business Insider informou que os hackers podiam invadir a infra-estrutura dos serviços de nuvem na AWS de duas empresas para minerar Bitcoin. De acordo com a empresa de segurança RedLock, as duas empresas afetadas eram Aviva e Gemalto. A empresa de segurança ficou um pouco surpresa com o hack, uma vez que os hackers não visavam dados sensíveis de nenhuma das empresas. Os hackers só estavam interessados ​​em acessar os servidores da Amazon Cloud e assim gerenciar o código, executando o comando de mineração.

O relatório diz:

Após uma análise mais profunda, a equipe descobriu que os hackers estavam executando um comando de mineração bitcoin de um dos servidores. A instância efetivamente foi transformada em um bot parasita que estava realizando atividades “nefastas” na internet.

Os hackers geralmente são conhecidos por violar a infra-estrutura da empresa digital para roubar dados confidenciais, como números de segurança social, números de cartão de crédito, e-mails, senhas etc.

Leia também  ICO: Qual realmente vale a pena?

A mineração de criptomoedas tornou-se uma indústria muito competitiva nos últimos dois anos. Depois que a capitalização de mercado “explodiu” em 2017 e atingiu a soma recorde de US$ 176 bilhões, mais e mais empresas começaram a extrair criptomoedas. Bitcoin e Ethereum receberam a maior atenção dos mineradores, já que ambos alcançaram seu preço máximo de US$ 5031 e US$ 400, respectivamente.

A dificuldade de mineração de Bitcoin aumentou em quase 10 milhões de Th/s no ano passado, Ethereum conseguiu atingir uma taxa de hash diária de 100.000 GH/s. A taxa de hash de Ethereum pode não ficar tão alta por muito tempo, uma vez que a equipe de desenvolvimento Ethereum planeja transição do protocolo Ethereum da proof-of-work para Proof-of-Stake, incapacitando efetivamente a mineração Ethereum para mineradores de criptomoedas. Especialistas e analistas esperam que os mineradores Ethereum atuais apontarão seu poder de hash para uma outra criptomoeda que seja mais lucrativa.

Leia também  Por que uma empresa de investimentos de US$ 2,3 trilhões está interessado no Bitcoin?

Fonte: bitcoinist

Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Acompanhe notícias todos os dias sobre Bitcoin e Criptomoedas:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]
loading...

Acordo para conectar as Blockchains do Ethereum e Zcash alcança novo marco

O trabalho de integração da tecnologia focada na privacidade da Zcash com a plataforma de aplicações distribuídas da Ethereum atingiu um novo marco. De acordo com um post no blog…

0 Comentários

Relatório de Banco canadense imagina um sistema financeiro onde o Bitcoin seja o padrão

Um padrão Bitcoin poderia trazer benefícios econômicos, como maior previsibilidade do nível de preços e liquidez de recursos. Em um artigo numa pesquisa de 37 páginas , Warren E. Weber, consultor de pesquisa do…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link