Guto Schiavon: Uma homenagem do Guia do Bitcoin e da comunidade

0 Comentários

Com experiências passadas, é possível ver como a paixão por novidades e por desafios já era algo forte em Guto. Após esse período, a paixão de Schiavon pela tecnologia foi mais forte do que a vontade de continuar a trabalhar com mecânica.

Foi aí que ele passou a cursar Sistemas da Informação, e teve o seu primeiro contato com o Bitcoin. Como ele mesmo descreve:

“Sempre fui muito curioso sobre novas tecnologias, por isso trombei com bitcoin em meados de 2011, em algum fórum na internet. Na época o conteúdo era muito técnico e escasso, então continuei minha educação em programação.”

O interesse pelo Bitcoin só voltou em 2013, quando o Bitcoin tinha ganhado uma certa valorização e começou a aparecer em notícias e reportagens.

“Por volta de 2013, entrei em um grupo do Facebook sobre Bitcoin e comecei a estudar mais sobre o assunto. Comprei placa de vídeo, minerava litecoin e escrevia vários artigos para blogs.

Essa última frase é bastante importante. Quando o Bitcoin começou a ganhar força, existia pouca informação sobre ele na internet.

Essa informação era centralizada com alguns poucos portais. Schiavon começou a escrever artigos e tutorais de qualidade para que mais pessoas tivessem acesso ao criptomercado. Isso fez muita diferença na fundação da comunidade cripto no Brasil, e até mesmo chegou a irritar alguns dos que tinham essas informações centralizadas.

Seus artigos inspiraram a criação da Cointimes e com certeza ajudaram várias pessoas que hoje são autoridades em Criptomoedas.

A primeira criação de Schiavon em relação ao criptomercado foi o site Pague com Bitcoin, onde é possível pagar uma série de serviços com o Bitcoin. A administração do site foi passada para um amigo de Guto, devido a falta de tempo.

Foi aí que ele começou a buscar informações e até a tentar trabalhar de graça para ganhar conhecimento sobre o funcionamento de uma exchange.

O começo da Foxbit conversa no facebook

Apesar de não conseguir trabalhar (nem de graça) em exchanges, um dia, através do Facebook, ele encontrou João Canhada, onde iniciou o sonho de criar uma exchange melhor do que as que existiam no Brasil.

Todo processo de criação da empresa foi feito digitalmente e via Correios, João Canhada e Guto só se encontraram pessoalmente após terem virados sócios. 

E assim foi feito, em 2014 eles fundaram a empresa que se tornaria a maior corretora de bitcoins do Brasil. A Foxbit.

O começo da Foxbit foi marcado por diversas batalhas, mas de muito sucesso. O conhecimento, seriedade e disposição dos fundadores fez a Foxbit logo se tornar uma corretora com alta liquidez.

Aos poucos eles ganharam uma pequena sede em São Paulo, onde aos poucos foram crescendo. A Foxbit ainda é uma das mais importantes exchanges brasileiras.

A homenagem que une os principais portais de blockchain e criptomoedas do Brasil publica uma série de artigos em memória de Guto Schiavon, e você pode ler mais sobre ele, seus feitos e sua importância para o mercado cripto nacional nos links a seguir.

Para continuar lendo sobre a vida de um dos empreendedores pioneiros em Bitcoin, no Brasil, clique aqui.
Para ler a matéria anterior, desta sequência, clique aqui.

Veja também: Hacker supostamente invade Midas Trend e mostra que robô de arbitragem não existe

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.