Grandes mudanças acontecerão nas Exchanges Chinesas: o que vem por aí?

Há muitas mudanças acontecendo com as chinesas de bitcoin ultimamente após as recentes inspeções do banco central chinês. Na semana passada, as três principais exchanges mudaram drasticamente os serviços de empréstimo de margem. Agora, que mais revelações vieram a tona, as exchanges planejam cobrar de seus clientes taxas de negociação a partir do final de janeiro.

Novas políticas das Exchange podem afetar os mercados

Depois de 24 de janeiro de 2017, as três principais bolsas bitcoin chinesas BTCC, OKcoin e implantará a cobrança de taxas de negociação . O anúncio veio depois que o Banco Popular da China (PBOC) começou a inspecionar as exchanges e a prometer uma nova supervisão. A única que fez o anúncio até agora foi a BTCC dando detalhes para o público.

“A BTCChina, começará a cobrar taxas para negociação de bitcoin e litecoin a partir da terça-feira, 24 de janeiro”, explicou a BTCC durante o recente anúncio de tarifas de negociação.” Aos usuários serão cobrados uma taxa fixa de 0,2%  por transação. Estamos implementando com base em taxas de negociação para conter a manipulação do mercado e a extrema .”

Muitos membros da comunidade Bitcoin estão se perguntando como essas novas políticas afetarão o mercado comercial chinês. As novas regras têm um forte contraste com os anos em que as bolsas chinesas operavam sem taxas de negociação e práticas de empréstimo de margem significativa. Embora as taxas recentemente implementadas pela BTCC sejam bastante baixas, muitas pessoas estão recebendo com receio essas novas mudanças nos mercados chineses de Bitcoin. Um comentarista da Reddit declara: “Estamos assistindo agora a um momento histórico no Bitcoin, o fim da era do cassino da China“.

Leia também  Nano S: testamos a nova carteira física da Ledger

Outro país poderia bater os volumes de transações chinesas?

Ao longo dos anos, a China tem dominado o mercado comercial com grandes volumes, mas muitos questionaram os números devido à falta de intercâmbio de taxas. Com as novas mudanças no sentido de empréstimos com margem, e aplicando taxas para comércios, pode colocar a China em uma posição diferente. Outros países estão aumentando lentamente para alcançar o topo dentro do espaço Bitcoin.

Por exemplo, os volumes de negociação japoneses têm explodido nos últimos meses, o país está agora em segundo lugar no volume de negociação Bitcoin abaixo China. O Japão tem se concentrado firmemente na captura do ecossistema Bitcoin e e definitivamente fez sua presença conhecida no ano passado. Empresas como a Bitflyer posicionaram-se como principais bolsas de Bitcoin. Agora, a empresa líder na Internet japonesa, GMO Internet Group está se juntando a arena de câmbio e de Bitcoin.

Leia também  Preço do Ether (ETH) continua em queda por mais de 7 meses

A China ganha vantagem quando se trata da moeda digital e da indústria de blockchain. O país dominou o volume de transações, os volumes de negociação, os pools de mineração e a fabricação de equipamentos de mineração. Apenas uma exchange chinesa tem participação do volume de negociações Bitcoin do mundo em comparação com a maioria das empresas globais. No entanto, alguns iriam dizer-lhe para não prestar muita atenção ao volume de comércio chinês como o fundador BTCC Bobby Lee, uma vez afirmou:

“Há uma grande quantidade de mineração que é feita na China. No entanto, tenha cautela: não leia muito sobre os altos volumes de negociação. A China tem altos volumes, mas infelizmente dois das minhas exchanges concorrentes – eu nunca gosto de dizer isso -, mas eles estão artificialmente inflando seus volumes através da técnica de lavagem de comércios.”

É certo que vai demorar algum tempo antes de um concorrente sério entrar no mercado. Mas isso não significa que a China vai dominar para sempre.

Leia também  O que muda para o Bitcoin, após a determinação do órgão de controle monetário de Singapura em regulamentar a sua utilização?

Fonte: News Bitcoin
Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *