Governo russo apresentará diretrizes de requisitos para compras de Criptomoedas

O Ministério das Finanças da Rússia anunciou sua intenção de apresentar diretrizes do KYC (Know Your Customer) para compras de criptomoedas, em meio à maior adoção de usuários em países que compõe a BRICS.

Leia também  Criador do Ethereum, Vitalik Buterin, se encontra com o presidente russo Vladimir Putin

A Rússia estava com saudade de regulamentar Criptomoedas

O movimento a favor de maiores verificações de identidade sendo introduzido para compras de criptomoedas vem seguindo uma série de anúncios que expressam o desejo de se mover para um aparelho jurídico mais permissivo e regulado para a circulação de moedas digitais na Rússia.

O anúncio ocorre menos de dois meses a partir da conclusão esperada da redação do Ministério das Finanças russo de propostas regulatórias para a economia de criptomoedas. Espera-se que as propostas incluam uma expansão em relação à legislação vigente aplicável a instrumentos financeiros como derivativos.

Leia também  Banco Central da Rússia propõe classificar o Bitcoin como um "bem digital" e regulamentar seu uso

A Rússia tomou mais passos para abraçar as criptomoedas

Em dezembro de 2016 surgiu uma Carta do Serviço de Impostos Federais Russa informando que as criptomoedas implícitas não são proibidas.

Mais uma clareza foi fornecida em abril deste ano (2017), quando os relatórios surgiram que o vice-ministro das Finanças da Rússia, Alexey Moiseev, anunciou as intenções russas de reconhecer o Bitcoin como um instrumento financeiro legítimo em 2018 para lutar contra o branqueamento de capitais.

Desde abril, a Rússia deu novos passos para abraçar a criptomoeda. Em maio, o maior revendedor on-line da Ucrânia, o Ulmart, anunciou que estaria caminhando em direção à aceitação de pagamentos em Bitcoin para itens selecionados, apenas algumas semanas antes de Olga Skorobogatova, vice-governadora do Banco Central da Rússia, revelar uma proposta para classificar bitcoin e outras criptografia como “Bens digitais” para fins fiscais. O movimento foi bem recebido pelo setor bancário da Rússia.

Enquanto isso, o Japão, a Índia, a Coréia do Sul, o Irã e a África do Sul tiveram aumentos expressivos na adoção do Bitcoin, e a maioria respondeu introduzindo quadros regulatórios permissivos que promoveram um maior desenvolvimento dentro da indústria da economia digital. Enquanto isso, a dominância dos EUA está cada vez mais diminuindo e mais países estão entrando na corrida pelo “Ouro Digital”, o Bitcoin.


Quer aprender mais sobre Investimentos Digitais? Siga-nos em nossos canais:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Linkedin: https://www.linkedin.com/company-beta/16221

Via: Bitcoin News
Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

loading...

Previous:

4 fatores que explicam a alta de 3000% da Ethereum em 2017
Postado em junho 11, 2017

Next:

Bitcoin: Conheça aqui os tipos de carteiras
Postado em junho 11, 2017

Lei nos EUA pretende aliviar taxações nas transações de pequenos valores em Bitcoin

Dois representantes do Congresso dos EUA apresentaram um projeto de lei que reduzirá os impostos sobre o bitcoin. Se o projeto de lei for assinada como lei, os usuários de bitcoins…

0 Comentários

Fundador da Ripple é processado por fraude nos EUA

Essa já é a terceira vez em menos de dois meses, que os fundadores da Ripple Labs a empresa responsável pela criptomoeda Ripple (XRP) é alvo de mais uma nova ação judicial. O…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link