Governo dos EUA arrecada $48 milhões com a venda dos Bitcoins apreendidos no Silkroad

1 Comente

O governo dos finalmente colocou as mãos no dinheiro do Silk Road, foram $ 48 milhões de dólares obtidos com a venda dos bitcoins confiscados, no site de mercado negro, fechado em 2013.

Pode ter demorado alguns anos, mas o governo dos EUA finalmente tomou posse do dinheiro obtido na apreensão que “desligou” o notório  Silk Road. O mercado de drogas on-line foi encerrado em 2013 e o governo apoderou-se de um total de 144.336 bitcoins, que foram leiloados em 2014 e 2015. , o operador original do Silk Road, contestou na justiça a legalidade da apreensão mas depois Ulbricht decidiu abrir mão, o que significa que o Departamento de Justiça dos EUA agora tem US $ 48 milhões no bolso.

Leia também  Cazaquistão pretende lançar sua própria criptomoeda

O site Silk Road era um paraíso para as transações anônimas e todo tipo de bens e atividades ilícitas, particularmente narcóticos. A figura principal associada a Silk Road foi Ross Ulbricht, e passou pelo Dread Pirate Roberts (do filme The Princess Bride ). O site começou como um empreendimento anônimo, exigindo boca-a-boca na divulgação. No entanto, o site tornou-se mais conhecido, com Ross Ulbricht mesmo dando a Forbes uma entrevista. Eventualmente, as autoridades tomaram conhecimento e foram trabalhar para levar o Silk Road e o Dread Pirate Roberts para a “lona”.

A operação foi um sucesso, e o FBI conseguiu rastrear Ross Ulbricht ao examinar uma série de documentos de identidade falsos em pacotes provenientes do Canadá para o mesmo endereço em San Francisco. O Silk Road foi fechado (outras versões surgiram), e Ross Ulbricht foi condenado a prisão a possibilidade de liberdade condicional por lavagem de dinheiro, pirataria de computador e conspiração para traficar narcóticos.

Leia também  Equipe da NEM disponibiliza aplicativo para dispositivos IOS

Agora chegamos à parte da história em que os donos de derramarão algumas lágrimas. O Departamento de Justiça dos EUA vendeu os 144.336 bitcoins apreendidos por uma média de US$ 334 cada, em 2014 e 2015. Se tivessem esperado até que Ross Ulbricht finalmente provasse a apreensão ilegal, esses mesmos bitcoins renderiam cerca de US$ 630 milhões hoje.

Quanto aos US$ 48 milhões, não há nenhuma palavra sobre onde exatamente o dinheiro irá. Poderia ir ao FBI, ao IRS, ou mesmo ao Tesouro dos EUA.

Fonte: bitcoinist
Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin