Governo de Marrocos anuncia proibição de Bitcoin em seu país

A Office des Changes, uma divisão do Ministério de Finanças de Marrocos, divulgou em seu site oficial uma nota à impressa onde a mesma declarou que “as operações via moedas virtuais constituem uma violação dos regulamentos cambiais, passíveis de penalidades e multas previstas pelas leis vigente em vigor”. A decisão, ao que parece, é definitiva e abrange todo o território do pais.

Bellaj Badr, CTO da Mchain, desenvolvedora de soluções em blockchain para empresas e que tem sede em Marrakech, o centro econômico do país, disse: “Embora esta decisão não seja uma surpresa, estou muito desapontado com essa proibição que prejudica a imagem do país na África e em todo o mundo”. Ele disse também que os reguladores governamentais emitiram ameaças rígidas destinadas ao bitcoin e entusiastas de criptomoedas na região.

“A Office des Changes encoraja as pessoas que estão interessadas a cumprir as diretrizes do Regulamento de Câmbio que estipula que as transações financeiras com países estrangeiros devem ser feitas por meio de intermediários autorizados e com moedas estrangeiras listadas pelo Bank Al-Maghrib”. Incrédulo ele encerra dizendo: “De fato, estamos entre os poucos países do mundo que estão ilegalizando o bitcoin e limitando a liberdade das pessoas”.

Controle total do governo

O portal Middle East Online relatou que Marrocos é um país onde o fluxo de divisas é fortemente controlados e “a impressa local estipula que passem todos os dias pelo seus territórios, aproximadamente, U$200.000 através de pagamentos virtuais, embora seja extremamente difícil dizer um número exato”

Leia também  SegWit: Usuário movimenta 40.000 BTC pagando US$ 1 de fee

O anúncio ocorreu uma semana depois que a empresa marroquina MTDS, que presta serviços digitais, disse que aceitaria pagamentos em bitcoin. A companhia declaro que foi a primeira vez que o regulador tomou uma posição clara sobre bitcoin.

O chefe da empresa, Karl Stanzik, disse que cancelou o projeto pouco depois do comunicado e que ele deseja “cumprir as leis marroquinas”, contudo, ele acrescentou que acha que uma proibição de bitcoin seria algo “muito difícil de controlar”.

O CTO da Mchain concorda: “Eu acho que essa decisão é impensável e não construtiva, pois não prejudicará a crescente adoção do bitcoin na sociedade marroquina, mas prejudicará o projeto inovador em andamento com o objetivo de aproveitar a tecnologia blockchain”. Ele conclui dizendo:

“Estou confiante de que esta decisão mudará com o tempo. Quando as autoridades compreenderem os benefícios que poderão tirar dessas tecnologias”.

_______________________________________________________________________________
Publicação Traduzida e Editada pelo Guia do Bitcoin
Matéria Original: https://news.bitcoin.com/morocco/?utm_sour…

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

Posts relacionados

Leia também  EOS mal foi lançada e já trouxe bug na sua blockchain, congelando todas as transações da rede
loading...

Mastercard expande o acesso às ferramentas de pagamento B2B Blockchain

  O cartão de crédito da gigante Mastercard está sendo impulsionado com um conjunto de ferramentas de pagamento Blockchain primeiramente revelado no ano passado, para bancos e comerciantes para um…

0 Comentários

Como hackers conseguiram sequestrar toda operação on-line de um Banco Brasileiro

O modelo tradicional de hackear um banco não é tão diferente do método antiquado de roubar um. Ladrões entram, pegam os bens e saem. Visando um banco brasileiro, um grupo empreendedor de hackers…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link