Google pagou $36.000 para adolescente uruguaio que encontrou falha de segurança

0 Comentários

Ezequiel Pereira estava a um mês de seu aniversário de 17 anos quando foi pago por expor uma falha de do através de seu programa de recompensas.

O ganhou seu primeiro computador quando tinha 10 anos de idade, teve uma aula de programação aos 11 anos de idade e passou anos aprendendo diferentes linguagens e técnicas de codificação. Em 2016, a Google o levou para sua sede na Califórnia depois de ganhar um concurso de codificação.

Seus esforços finalmente valeram a pena: o Google acabou de pagar 36.337 dólares ao uruguaio por encontrar uma vulnerabilidade que permitia fazer mudanças nos sistemas internos da empresa.

“Uma vez encontrei um que me valeu algo em torno de US $ 500 e achei incrível”, disse o garoto a CNBC. “Então eu decidi continuar tentando.”

Embora ele tenha encontrado o erro no começo deste ano, ele só obteve permissão para escrever sobre como descobriu essa semana, depois que o Google confirmou que havia resolvido o problema.

Este é o quinto erro aceito pelo google, mas é de longe o mais lucrativo.

“É muito bom, estou feliz por ter encontrado algo tão importante”, disse ele.

Em fevereiro, o adolescente começou a estudar engenharia da computação em sua cidade natal, Montevidéu.

Quando eu termino a lição de casa e não quero sair com amigos ou assistir a vídeos, eu vou para o computador e começo a caçar. Disse ele.

Em busca dos sonhos

Ele encontrou seu segundo maior erro em julho passado, que valeu 10.000 dólares, porque segundo ele estava entediado durante as férias escolares. o adolescente usou grande parte desse dinheiro para se candidatar a bolsas de estudo em universidades dos Estados Unidos.

Quando nenhuma das mais de 20 escolas se propôs a aceita-lo, ele decidiu começar a estudar em casa.

Por enquanto, ele não tem grandes planos para seus mais de $36mil além do ocasional passeio com amigos e ajudar sua mãe a pagar as contas.

Também está economizando para os estudos. O adolescente disse que espera conseguir seu mestrado em segurança de computadores. Até lá, continuará procurando erros no seu tempo livre.

Até agora ele só buscou erros por meio do sistema de recompensas do Google, embora a maioria das principais empresas de tecnologia tenha seus próprios programas. As empresas dizem que, encorajam os pesquisadores de segurança a testar seus sistemas por uma em dinheiro.

O Google tem um dos maiores sistemas de recompensa do mundo. 2,9 milhões de dólares foram concedidos a 274 pesquisadores diferentes no ano passado, com um prêmio máximo de US $ 112.500.

O adolescente ocupa a 12ª posição no Google Hall of Fame, ele recebeu uma avalanche de e-mails de pessoas que o parabenizaram, que pedem conselhos e até lhe oferecem empregos.

Faz questão de responder a cada e-mail e encaminhar as pessoas para diferentes serviços de segurança para computadores on-line.

Seus amigos apresentam pouco interesse, embora ele tente encorajá-los a experimentar.

“Eles até estão interessados, mas eles se acham incapazes”, disse ele. “Mas eu sempre digo a eles para tentarem! Qualquer um pode aprender essas coisas”.

Fonte: CNBC

Guia do Bitcoin

Leia também  Pesquisas por "bitcoin" no Google pode indicar altas no preço da criptomoeda