Goldman Sachs pagará US$ 110 milhões para resolver “problema” com negociações Forex

0 Comentários

A Group Inc. pagará cerca de US $ 110 milhões para acertar as acusações de que não supervisionou os de câmbio que colocam os clientes em desvantagem ao compartilhar de forma inadequada informações sobre suas posições de mercado com rivais.

A empresa fará pagamentos de 54,75 milhões de dólares tanto ao Federal Reserve Board quanto ao Departamento de Serviços Financeiros de Nova York, disseram os reguladores.

Entre 2008 e o início de 2013, os operadores do banco usaram salas de bate-papo eletrônicas para compartilhar informações confidenciais de clientes e discutir atividades de negociação potencialmente coordenadas, disse a agência de Nova York.

“Essa atividade imprópria buscava permitir que os e os operadores envolvidos obtivessem lucros maiores com a execução de operações de câmbio, às vezes às custas dos clientes”, disse.

Os ajustaram os preços de determinados títulos e ajudaram de outros bancos fornecendo informações confidenciais sobre os clientes ou pedidos da Goldman Sachs, às vezes dando aos clientes nomes de código como “violinista” e “vendedor aussie desonesto”, disse a .

Leia também  Outra empresa entra no projeto da blockchain corporativa R3 e investe US$5 milhões na startup

Apesar do banco ter políticas que tratam de seu negócio de câmbio em vigor desde 2001, “a busca pela conformidade nem sempre ocorreu conforme necessário, permitindo que a atividade comercial imprópria continuasse”.

Os indivíduos que participaram da negociação “injusta” não estão mais com a firma, de acordo com uma pessoa com conhecimento do assunto.

“Estamos satisfeitos por ter resolvido as respectivas revisões do Federal Reserve Board e do Departamento de Serviços Financeiros de Nova York e agradecemos o reconhecimento de que já tomamos medidas significativas para aprimorar nossas políticas e procedimentos”, disse a Goldman Sachs.

As multas vieram depois de uma série de ações contra bancos nos últimos anos. Cinco bancos, o Barclays PLC, Citigroup Inc., JPMorgan Chase & Co., Royal Bank of Scotland Group PLC e UBS AG – se declararam culpados em maio de 2015 e pagaram US $ 5,6 bilhões em multas para fechar investigações sobre se os bancos trabalharam juntos para manipular os preços das moedas estrangeiras.

Leia também  Brasileiro cria APP que usa a Blockchain para "facilitar" empréstimos aos usuários

Em um caso separado que resultou das investigações, os promotores descobriram em julho o envolvimento de dois funcionários do HSBC Holdings PLC em uma operação fraudulenta de US $ 3,5 bilhões para um cliente. Os comerciantes do HSBC se declararam inocentes.

Fonte: Yahoo

Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: https://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link