Gemini é a primeira exchange a passar no exame de SOC 2

0 Comentários

A corretora Gemini, operada pelos famosos gêmeos Winklevoss, anunciou que eles completaram um exame de SOC 2 (Service Organization Control), feito pela empresa pertencente ao Big Four (Grupo das quatro maiores empresas de auditoria do mundo) Deloitte & Touche LLP.

Isso fez da Gemini a primeira corretora e custodiante de criptoativos a passar por esse exame. O chefe do departamento de risco da Gemini, Yusuf Hussain, fez o anúncio na página do Medium da empresa.

Ele escreveu:

“Depois de meses de preparação e uma revisão completa, nós estamos felizes em anunciar que a Gemini completou com sucesso o exame SOC 2 Tipo 1. Isso faz da Gemini a primeira corretora e custodiante de criptos do mundo a demonstrar esse nível de compatibilidade em segurança para proteger os dados e investimentos de nossos clientes”.

Yusuf também informou que providenciar aos usuários uma plataforma segura para comprar, vender e guardar ativos digitais é a prioridade da Gemini, além de ajudar missão da empresa de criar o futuro do dinheiro.

Os exames de SOC 2 são o padrão da indústria para instituições financeiras e tecnológicas tradicionais para demonstrar o nível de compatibilidade com as normas de segurança para proteção dos clientes.

Foco na segurança

A Gemini tem como principal foco oferecer segurança para os investidores que decidem confiar na corretora. A empresa oferece uma seguradora de ativos digitais, que cobre as criptos que são colocadas em hot wallets da Gemini.

Com a aprovação na SOC 2, além da seguradora existente, a exchange pode aumentar a segurança de seus usuários ou, pelo menos, dizer que é mais segura do que as outras principais opções do mercado.

Hussain chamou isso de “mentalidade de segurança em primeiro lugar” e disse que a Deloitte avaliou independentemente o design e a implementação dos controles de segurança da companhia.

A infraestrutura da companhia, aplicação de corretora, banco de dados de consumidores e o sistema de armazenamento de criptos foram todos avaliados de acordo com os padrões e critérios determinados pela American Institute of Certified Public Accountants (AICPA).

Hussain também disse que essa compatibilidade de segurança é o mínimo que os usuários deveriam exigir das suas corretoras e custodiantes.

Considerando que uma das maiores preocupações atuais dos investidores é a segurança de seus investimentos e a possibilidade de perder suas moedas em ataques como o da Cryptopia, é uma boa ideia que as exchanges passem a vender a segurança como seu principal foco.

Conheça os planos da Litecoin de tornar uma moeda de privacidade!

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.