França investirá € 500 milhões em blockchain nos próximos 3 anos

0 Comentários

Segundo um relatório recente, os políticos franceses pretendem investir € 500 milhões (aproximadamente R$ 2,2 bilhões) na tecnologia blockchain nos próximos três anos.

O parlamentar Jean-Michel Mis afirmou que 2018 foi um ano em que o blockchain ficou de lado por parte dos governantes e não apresentou um aumento de popularização pelo país, porém ainda segundo ele, 2019 será o ano que a tecnologia voltará a ficar em evidência por lá:

“2018 foi um ano zero para a popularização do blockchain na França. 2019 deve ser o ano em que o ecossistema surgirá.”

No relatório informa ainda que o investimento de € 500 milhões na área será importante para tornar o país uma “nação blockchain” no futuro próximo, assim como há planos de abrir às portas para a mineração de criptomoedas, assim fornecendo taxas de energia reduzidas para empresas que desejarem explorar esse ramo.

Outra ideia por parte dos parlamentares é a do país manter suas próprias fazendas de mineração.

Recentemente, o banco central da França vetou a liberação da venda de Bitcoin em forma de “gift cards” em tabacarias pelo país, medida essa que entraria em vigor em janeiro de 2019.

Acredita-se que seja necessário um pouco mais de tempo para que a ideia torne-se mais madura e posso ser oferecida em grande escala, assim como à adaptação das leis a essa categoria nova de ativos, que são as criptomoedas.

Continue lendo: O futuro da sociedade com Blockchain

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.