Forbes: “Ripple é uma farsa”. Entusiastas protestam

0 Comentários

o que é ripple

Recentemente a Forbes foi alvo de críticas por parte dos entusiastas da criptomoeda Ripple, após um de seus jornalistas dizer que a Ripple pode ser uma farsa.

O jornalista em questão chama-se, Jason Bloomberg, ele recentemente publicou o artigo sobre a JPM Coin, a criptomoeda que esta sendo desenvolvida pelo banco JP Morgan.

Dentro do artigo, algumas comparações foram traçadas entre a criptomoeda do banco e a Ripple. Mas, em vez de afirmar que a JPM Coin será uma concorrente da Ripple, Jason simplesmente caracterizou a Ripple como uma fraude, apenas por achismo, sem nenhuma explicação real.

É claro que a comunidade XRP / Ripple não ficou contente com a atitude do jornalista, criticando Jason por sua evidente falta de pesquisa.

Em resposta, o jornalista não se desculpou, mas, em vez disso, escreveu um artigo justificando sua declaração inicial, um artigo intitulado: ‘Ripple A Scam?’

Jason inicia seu argumento, afirmando que o que ele encontrou pós pesquisa foi “arrepiante”. O jornalista prossegue afirmando que a natureza fundamental do modelo de negócios da Ripple é um esquema de “pump and dump”, explicando que a empresa executa alguns procedimentos para aumentar artificialmente o valor da XRP.

Jason afirmou que, para “esconder as intenções dos fundadores da Ripple”, o XRP foi criado sob o disfarce de uma comunidade de código aberto e, portanto, não é dá próprio Ripple.

Apartir disso, Jason questiona a quantidade de XRP nas mãos da Ripple, perguntando como eles conseguiram acumular tal quantia.

A resposta a essa pergunta, foi dada pelo diretor de relações regulatórias da Ripple – Ryan Zagone:

“A quantidade significativa de XRP que temos nos foi dada por alguns dos desenvolvedores que a criaram.

Mas, essa resposta não foi boa o suficiente para Jason, que chamou Zagone de falso, acrescentando:

“A Ripple consegue dizer quem pode processar transações XRP, essencialmente fazendo do XRP uma criptomoeda permitida e centralizada. Como resultado, muitas pessoas na comunidade nem mesmo consideram o XRP como uma criptomoeda, porque não é descentralizada. ”

O segundo ponto de discórdia de Jason são as empresas, o RippleNet Accelerator Program. O escritor sugere que o programa é efetivamente uma maneira de “pagar as empresas para se tornarem parceiras”. Jason baseia sua afirmação se referindo ao blog da Ripple, que afirma que a empresa “oferecerá uma recompensa exclusiva para instituições financeiras que são as primeiras em seus mercados a processar e promover pagamentos comerciais no RippleNet”.

No entanto, o ponto principal de Jason, é o uso da XRP pela Ripple, já que o programa é financiado por US $ 300 milhões de XRP da Ripple.

O jornalista também aborda o status de “security” do XRP, reduzindo o argumento simplesmente a: “se as pessoas compram um ativo com a expectativa de vendê-lo mais tarde, então é uma “security”. Ele também comparou o token XRP a JPM Coin dizendo: “A criptomoeda do JPMorgan, a JPM Coin, ao contrário, não é negociável e, portanto, nunca seria classificada como uma security”.

Leia mais: Vitalik Buterin: “BTC é uma calculadora, ETH é um smartphone”

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.