“Foi correto reprimir as exchanges de Bitcoin e ICO’s do país”, disse VP do Banco Central da China

0 Comentários

Falando em um evento financeiro em Xangai no fim de semana, Pan Gongsheng, vice-presidente do Banco Popular da China disse que era “assustador” pensar sobre o cenário se os reguladores não tivessem interrompido as exchanges de criptomoedas de servir o mercado local, relatórios da Yicai Global.

Gongsheng disse:

“Se não fechássemos as exchanges e assim dissolvendo as ofertas iniciais de moedas [ICOs] há alguns meses atrás, e se mais de 80% das operações mundiais de Bitcoin e atividades de financiamento ainda estivessem ocorrendo na China, o que foi o caso de Janeiro deste ano, como seria hoje?”

Ele continuou a dizer que a especulação de Bitcoin causou problemas no mercado financeiro, e que Bitcoin é uma bolha à espera de explosão.

Os comentários do funcionário se assemelham aos de Sheng Songcheng, um assessor do Banco central, que disse em outubro que apoiava a recente repressão do governo contra as ICOs domésticas.

“Eu concordo plenamente com a mudança para proibir ICOs na China, e os pedidos de reembolso a serem feitos aos investidores. Na minha opinião, essas ações são em grande parte destinadas a evitar riscos e a proteger os interesses dos investidores, além de ser uma oportunidade para regulamentar ainda mais a negociação de moedas virtuais”, disse Songcheng na época

A China proibiu as ICO no início de setembro e, nas semanas seguintes, as exchanges de criptomoedas do país também disseram que fechariam devido à pressão regulatória.

Fonte: Coindesk.com
Tradução: Guia do Bitcoin

Escreva um comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.