Facebook “mente” sobre órgão regulador da Libra

2s Comentários

A Libra continua sendo uma moeda preocupando para muitos órgãos reguladores e até mesmo para o próprio Facebook, que vem enfrentando grande resistência ao seu projeto.

Porém, parece que a empresa não cansa de tornar a situação ainda mais complicada para ela. Seja por um equivoco ou por ato deliberado, durante a audiência ao congresso dos EUA, um executivo do Facebook mentiu.

A agência suíça supostamente responsável por supervisionar a proteção de dados da Libra disse que o Facebook não teve nenhum contato com ela.

Em uma audiência realizada perante membros do Comitê Bancário do Senado dos EUA na terça-feira, David Marcus, do Facebook e membro importante do projeto Libra, tentou sufocar as preocupações com a segurança da libra.

A audiência não foi nada bem para o Facebook, com a maioria dos congressistas atacando a ideia da criptomoeda e apontando para a terrível reputação da companhia.

Marcus explicou que os dados e as proteções de privacidade para a moeda digital da empresa estariam sob a regulamentação do Comissário Federal Suíço de Proteção e Informação de Dados (FDPIC, na sigla em inglês).

No entanto, o FDPIC afirma não ter tido contato com o Facebook em relação a regulamentação da criptomoeda. O que deixa o Facebook em uma posição ainda mais sensível.

De acordo informações confirmadas pela CNBC, a plataforma de rede social ainda precisa entrar em contato com FDPIC. Apesar do testemunho de Marcus ao Congresso dar a entender que todo já estava devidamente combinado.

Uma mentira deliberada ou um simples engano? Na atual situação em que o Facebook se encontra, é difícil entender o que esta por trás de algumas motivações do tal projeto.

Hugo Wyler, chefe de comunicação da FDPIC, disse à CNBC,

“Nós tomamos nota das declarações feitas por David Marcus, Chefe de Calibra, sobre nosso potencial papel como autoridade supervisora de proteção de dados no contexto de Libra. Até hoje não fomos contatados pelos desenvolvedores da Libra.”

Wyler disse que a porta está aberta para que a Libra trabalhe junto da agência, mas explicou que precisaria de mais informações antes de prosseguir.

Ele continuou:

“Esperamos que o Facebook ou seus promotores nos forneçam informações concretas quando chegar a hora. Somente então seremos capazes de examinar até que ponto nossa competência legal de consultoria e supervisão é possível. De qualquer forma, estamos acompanhando o desenvolvimento do projeto no debate público ”.

Um porta-voz do Facebook confirmou que ainda não entrou em contato com o FDPIC. Ou seja, o Facebook está contando com o ovo ainda na galinha e atropelou os seus próprios planos. Afinal, é importante anunciar algo apenas depois que você consegue esse algo.

Veja também: Facebook não poder competir com o euro, diz ministro alemão

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.