Fabricante de placas gráficas Sapphire, lança GPUs dedicadas para mineração de criptomoedas

0 Comentários

 

 

A de está gerando um grande retorno impulsionado pelo impressionante crescimento das moedas digitais nesse início de 2017. Para se beneficiar desse aumento na demanda pelas GPUs, a empresa de tecnologia lançou uma série de novas placas gráficas, a especificamente criadas para de criptomoedas.

Sapphire, tem sede em Hong Kong, e concentra-se na produção de hardware, como placas-mãe e placas gráficas. Devido ao aumento da popularidade e da demanda por placas gráficas de alta performance pela comunidade de mineradores, a Sapphire lançou cinco novas placas gráficas para mineradores criptográficos.

As novas placas gráficas RX da Mining Edition vêm com 4GB ou 8GB de memória e os mineradores também têm a opção de comprar uma versão um pouco mais cara, porém mais eficiente com a memória Samsung. A diferença entre o modelo padrão e o modelo de memória Samsung não é tão grande, 25-28MHz versus 24-27MHz para RX 470 com 8GB de memória. Para os mineradores de criptomoedas que procuram maximizar os lucros em suas operações de mineração, pagar um pouco a mais por essa pequena diferença certamente valerá a pena.

Leia também  Mineração de Bitcoin continua na Venezuela apesar da hostilidade do governo

>>Primeiras imagens das GPUs da Nvidia

>>Asus anuncia GPUs para mineração de criptomoedas

As novas plagas gráficas Sapphire ainda não chegaram no Brasil, mas atualmente podem ser pré-compradas na OverclockersUK confira os preços abaixo da 05 opções disponíveis:

Sapphire Radeon RX 470 Mining Edition 8GB (Samsung) por £ 300 ($ 385)

Sapphire Radeon RX 470 Mining Edition 8GB – £ 290 ($ 370)

Sapphire Radeon RX 470 Mining Edition 4GB (Samsung) – £ 260 ($ 335)

Sapphire Radeon RX 470 Mining Edition 4GB – £ 249 ($ 320)

Sapphire Radeon RX 560 Mining Edition 4GB – £ 170 ($ 220)

A desvantagem é que só tem garantia de um ano e que não podem ser utilizados para jogos. Por não ter entrada de vídeos.

Leia também  O que dizer dos bancos "inovadores" que trabalham com blockchain?

Um mercado crescente

A Sapphire não é a única empresa de tecnologia a entrar no circuito de hardware de mineração, em 17 de junho, a Nvidia anunciou que começou a produzir placas gráficas visando a comunidade minera Ethereum, Zcash e Monero. Este anúncio foi depois que o concorrente da , a afirmou que seu recente aumento na receita foi impulsionado pelo aumento na demanda por suas placas gráficas por mineradores de criptomoedas .

Fonte: btcmanager.com

Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin