Exchange Yobit é investigada na Rússia sob atividade suspeita e alegações de fraude

O regulador de telecomunicações russo, Roskomnadzor, abriu processos legislativos contra à  de  Yobit, alegando atividade fraudulenta.

A Forbes da Ucrânia reportou que o acesso a deve ser bloqueado para endereços de IP russos, após vários relatórios de atividade suspeita por parte dos administradores.

“Estamos agora investigando Yobit como um recurso não confiável, com um olho para bloqueá-lo como uma conseqüência”, disse um porta-voz.

As inconsistências com as de câmbio, que supostamente permitiram à Yobit lucrar com suas operações ilegalmente, foram a fonte de um grande número de reclamações de usuários.

Yobit reagiu à notícia e afirmou que o que estão divulgando é falso e que foi pago pela E-Dinar Coin:

Manipulação de mercado e venda irregular de tokens

Em junho de 2016, a equipe por trás da plataforma Blockchain Waves emitiu um aviso aos usuários sobre atividades similares incomuns relacionadas ao seu próprio token na plataforma Yobit.

Leia também  Bitcoin no Brasil está custando $2.969 dólares. Preço extremamente "Gourmet" ou alta demanda?
Especificamente, o token WAVES apareceu como um par de BTC no Yobit em um estágio em que foi incapaz de ser retirado de carteiras Waves privadas.

“Nós não temos nenhuma evidência para sugerir que a administração da exchange tomou parte no crowdsale das WAVES ou possui mesmo o número de moedas,” uma indicação lida naquele tempo.

Em uma entrevista, a gerência do WAVES confirmou que não receberam nenhuma resposta da Yobit sobre o ocorrido.

A Forbes, entretanto, observa que a Yobit não está mais listada como parceira de troca em sites de alto perfil como CoinMarketCap.

Fundada na Rússia em 2015, a Yobit já está nas manchetes desde esse ano, após problemas com usuários tentando retirar fundos das carteiras.

Via: Cointelegraph
Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin

Leia também  ONU procura voluntários para disseminar o Bitcoin na África

Siga nosso canal no Telegram e não perca uma notícia sobre Bitcoin: telegram.me/guiadobitcoin

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *