Governo dos EUA oferece até US$ 800 mil para soluções de blockchain anti-falsificação

0 Comentários

O Departamento de Segurança Interna dos EUA (DHS) está procurando financiar soluções anti-falsificação de Blockchain com subsídios de até US $ 800.000.

O DHS, através da sua unidade de Ciência e Tecnologia (S & T), anunciou o financiamento a ser distribuído em quatro fases, na terça-feira através do seu Programa de Inovação do Vale do Silício (SVIP).

O programa de financiamento está relacionado à solicitação do DHS em novembro:

  • Prevenindo a falsificação de certificados e licenças
  • Aprimorar sua capacidade para impedir falsas documentações usando a tecnologia Blockchain

Para se qualificar para um subsídio, as Startups Blockchain precisam apresentar soluções propostas cobrindo vários casos de uso, incluindo a emissão de documentos digitais relacionados a viagens, cidadania, imigração e autorização de emprego, bem como movimentos de petróleo e matérias-primas.

Leia também  Não, os terroristas não usam criptomoedas: eles preferem dinheiro

DHS

O financiamento está aberto a Startups e pequenas empresas que não tiveram um contrato com o governo no ano passado, totalizando US $ 1 milhão ou mais e que tem menos de 200 funcionários no momento da solicitação, indica o DHS.

A ampla missão de Segurança Interna inclui a necessidade de emitir direitos, licenças e certificações para uma variedade de propósitos, incluindo:

  • Viagens
  • Cidadania
  • Qualificação de emprego
  • Status de imigração
  • Segurança da cadeia de fornecimento

Anil John, diretor técnico da SVIP, adicionou:

“Entender a viabilidade e a utilidade do uso de tecnologia de Blockchain e de razão distributiva para a emissão digital de credenciais atualmente baseadas em papel é fundamental para evitar sua perda, destruição e falsificação.”

O DHS está interessado na tecnologia Blockchain desde 2015, quando começou a  aceitar propostas de de pequenas empresas para entender melhor a tecnologia Blockchain. Mais recentemente, a agência  divulgou um documento de pré-solicitação que discute o uso de e se é viável rastrear transações realizadas usando moedas de privacidade, como monero e zcash.

Leia também  Hackers da Coreia do Norte estão atacando em massa exchanges de Bitcoin

Leia mais: Fundador do Ethereum elogia ZCash