Ethereum: DappRadar descobre “atividade oculta” na rede ETH

0 Comentários

simbolo do ethereum

A rede Ethereum (ETH) tem registrado volumes ocultos significativos. Foi o que declarou o site de serviço de monitoramento DappRadar, ao pesquisas na rede desta que é a segunda maior criptomoeda.

As transferências de tokens na rede Ethereum não eram todas contabilizadas e o sistema da DappRadar mudou recentemente sua metodologia para contabilizar essas atividades na rede.

O DappRadar agora passará a rastrear a atividade de aplicativos distribuídos não apenas com base nos usuários, mas também nos tokens que passam por seus contratos inteligentes. Esta atividade mostra que a rede Ethereum realmente tem um valor mais alto do que o que estava sendo registrado.

>> Como comprar Ethereum no Brasil Leia aqui

Atualmente, os registros da rede Ethereum é baseada na atividade de endereço, medindo apenas o número de usuários. Mas a contabilização de tokens medirá a atividade econômica da rede com base no valor dos ativos digitais.

Uma mudança foi observada na rede Ethereum, com o Maker DAO se tornando o segundo dApp mais usado na rede. A atividade de DeFi aumentou, com o aumento subsequente nas transferências de token. Baseado no DappRadar, o Maker DAO carrega 2,2 milhões de ETH em valor, com cerca de 2.800 usuários diários.

A atividade da DeFi está atualmente lutando para corrigir os preços de mercado da ETH. No entanto, por enquanto as liquidações foram evitadas por meio de pagamentos automatizados de empréstimos através do DeFi Saver.

O ETH está em queda de mais de 4% registrando US$ 170,48. O ativo testará a estabilidade do DeFi, que depende da moeda como garantia. Após a recente queda nos preços, o MKR também caiu  mais de 13% em uma semana, para US$ 551. O Maker é uma plataforma de contrato inteligente na rede Ethereum que apóia e estabiliza o valor da stablecoin DAI por meio de um sistema dinâmico de Posições de dívida colateralizada (CDP), mecanismos de feedback autônomo e atores externos adequadamente incentivados.

Os tokens MKR são criados ou destruídos de acordo com as flutuações de preço da moeda DAI, a fim de mantê-lo o mais próximo possível de US$ 1 possível e faz parte de um sistema totalmente inspecionável na blockchain Ethereum. Os tokens MKR também são usados ​​para pagar taxas de transação no sistema Maker e fornecem aos donos direitos de voto no sistema de votação de aprovação contínua do Maker.

O número de DAI emitidos caiu de 102 milhões para 94 milhões, sinalizando uma retirada do regime de empréstimos à medida que a ETH entra em tendência de queda.

Ultimamente, a rede Ethereum está passando por uma produção restrita de blocos, apesar do congelamento da mineração da “Era do Gelo” estar longe. Ainda assim, a dificuldade está aumentando e menos blocos estão sendo minerados.

A Era do Gelo Ethereum é um esquema de ajuste de dificuldades que foi implementado para garantir que todos tenham um incentivo para mudar para a nova blockchain depois que o hard-fork for implementado. Foi introduzido em 7 de setembro de 2015, e está programado para aumentar exponencialmente a dificuldade. É impossível para os mineradores acompanhar o aumento da dificuldade que aumentaria o tempo do bloco e isso congelaria a blockchain, daí o nome Era do Gelo.

O mecanismo “Era do Gelo” pode ser ativado em alguns meses, durante o hard fork Berlim em 2020.

Clique aqui para ler: Binance compra exchange da Índia e amplia seu mercado para o país

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin! Se inscreva em nossas redes sociais:

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.