Estudante da Universidade de Nova York pagou os quatro anos do curso investindo em bitcoin

0 Comentários

estudante-Konig Chen

Com a ajuda de um algoritmo que supostamente poder prever o desempenho das criptomoedas, alguns estudantes da Universidade de Nova York estão usando os lucros vindos do bitcoin para pagar as mensalidades e até o curso inteiro. 

Konig Chen estuda gestão hospitalar e de lazer na Universidade de Nova York (NYU). O jovem de 22 anos, que foi criado no Brasil, mas fez o ensino médio em Taiwan, diz que usou os lucros de seus investimentos em bitcoin para pagar os quatro anos de curso na NYU.

De acordo com os dados da NYU, o curso em tempo integral de 24 créditos (um ano acadêmico) 2017-2018 mais taxas de serviço para o programa de graduação de Chen custa $ 50.644 por ano. Adicione o preço do quarto, seguro de saúde e outras despesas, e o preço anual chega a US $ 78.899.

Na esperança de evitar os temidos empréstimos estudantis, Chen investiu em criptomoedas. Ele começou com pouco, comprando cerca de US $ 5.000 em bitcoin em fevereiro de 2017, quando a moeda estava sendo negociada por menos de US $ 1.200.

Graças a um encontro casual com Brandon – um colega da NYU, Chen afirma ter feito cerca de US $ 300.000 através dos investimentos em criptomoedas no ano passado.

Brandon desenvolveu um algoritmo que provavelmente pode prever o desempenho do bitcoin e outras criptomoedas. Usando o algoritmo de Brandon, Chen diversificou seu portfólio, monitorou os movimentos do mercado de perto e comprou em várias quedas. No final do ano passado, seu portfólio valia o suficiente para que Chen pagasse cerca de US $ 200.000 – o montante necessário para as mensalidades de quatro anos na NYU.

Agora Chen planeja aumentar seus investimentos em criptomoedas. Algum dia, ele vê a si mesmo o dono de um resort.

“Depois de ganhar todo esse dinheiro, não consigo me ver sendo o gerente de um hotel. Meu plano é ganhar dinheiro e comprar um resort”.

Em relação a Brandon, ele decidiu abandonar o curso de neurociência e se concentrar na negociação de criptomoedas em tempo integral. Ele se associou com seu ex colega de quarto, Leo Tulchin, para trabalhar em um empreendimento chamado Trace Capital, que atualmente administra US$ 300.000 em nome de 15 estudantes, amigos e familiares da NYU.

De acordo com Tulchin, eles já receberam ofertas de compra para seu algoritmo de “bola de cristal”, mas decidiram não vender.

Os dois estão divulgando seus investimentos para reduzir o risco, e atualmente estão holdando bitcoin, litecoin, ethereum e outras moedas não reveladas.

“Nós gostamos de diversificar o máximo possível. Realmente acreditamos nesse mercado”, disse Tulchin ao NY Post.

“Brandon e eu estamos trabalhando juntos para incorporar um fundo de hedge de criptomoedas. Por enquanto, não estamos exigindo pagamentos, mas apenas ajudando amigos e familiares. Muita gente tá investindo e não são apenas jovens”, acrescentou.

Guia do Bitcoin

Mantenha-se informado todos os dias sobre Bitcoin!
Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.