Está acontecendo: Banco BBVA emite empréstimo de US$91 milhões na Blockchain da Ethereum

0 Comentários

O gigante bancário espanhol está reivindicando ser o primeiro global a emitir um usando a tecnologia , completando um piloto de todo o processo de emissão em não uma, mas duas blockchains.

Como segundo maior emprestador da , o BBVA explora e lança aplicações de blockchain nos principais processos bancários e concluiu com sucesso um piloto envolvendo todo o processo de emissão de um empréstimo corporativo de €75 milhões (US$ 91 milhões) em duas blockchains diferentes, informou o Financial Times na quinta-feira.

O uso da tecnologia blockchain reduziu o tempo de negociação de empréstimos de “dias para horas”, disse o BBVA. Notavelmente, o banco revelou o uso de um blockchain privado para a negociação e conclusão do empréstimo antes de registrá-lo como um contrato concluído na blockchain pública de para imutabilidade.

Leia também  Exchange de moedas digitais, ShapeShift, levanta investimentos de mais de $10 milhões

O BBVA sublinhou o piloto de sucesso como um “avanço significativo na exploração da [tecnologia blockchain]” na forma como os blockchains privados e públicos podem interagir dentro e além do espaço bancário.

Embora os detalhes sejam escassos na blockchain privada usada, o relatório confirma que os termos de negociação de ambas as partes – o banco e o mutuário – foram simultaneamente registrados e atualizados no blockchain mútuo para manterem-se a par do progresso do empréstimo.

Conforme citado pelo FT, o executivo-chefe do BBVA, Carlos Torres Vila, afirmou:

“A Blockchain pode oferecer vantagens claras para todos os lados no mercado de empréstimos corporativos em termos de eficiência, transparência e segurança. É outro exemplo de como a tecnologia disruptiva pode ser usada para agregar valor aos serviços financeiros, algo que é fundamental para nossa estratégia.”

A mais recente implementação do BBVA da tecnologia blockchain segue um teste anterior em que o banco usou a blockchain da startup em um piloto de remessa de dinheiro do mundo real bem-sucedido entre a Espanha e o México. O piloto viu pagamentos de 50 euros serem feitos entre a Espanha para o México em questão de segundos, em comparação com os tradicionais sistemas bancários, que levam até 4 dias.

Leia também  Softbank do Japão desmente rumores de envolvimento com a Bitmain