Está acontecendo: 22 países da Europa se juntam e criam a “European Blockchain Partnership”

0 Comentários

22 ministros europeus assinaram hoje uma declaração sobre o estabelecimento de uma Parceria Europeia de . Os países que adotaram a blockchain incluem Bélgica, Áustria, Bulgária, República Tcheca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Irlanda, Letônia, Luxemburgo, Lituânia, Holanda, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia e no Reino Unido. Além disso, membros da União Européia e do Espaço Econômico Europeu também são convidados a participar da parceria.

Don & Alex Tapscott, autores do Blockchain Revolution dizem:

“Acreditamos que a economia funciona melhor quando funciona para todos, e essa nova plataforma é um motor de inclusão.”

O objetivo da iniciativa era criar uma digitalmente mais forte, que permitisse uma “sociedade competitiva e socialmente segura”, além de fornecer “melhores serviços públicos e segurança”. Irá também promover a cooperação entre os Estados-Membros, uma vez que partilham os seus conhecimentos especializados, e trabalhará no sentido de lançar aplicações de blockchain espalhadas por todos os países da União Europeia. A pode ajudar os estados membros e stakeholders a criar estratégias e melhorar a utilização e disseminação da tecnologia blockchain.

Leia também  A liberdade irá matar os bancos e os governos

A comissária para Economia e Sociedade Digital, Mariya Gabriel, apoiou a declaração afirmando:

No futuro, todos os serviços públicos usarão a tecnologia blockchain. A Blockchain é uma excelente oportunidade para a Europa e os Estados-Membros repensarem os seus sistemas de informação, promoverem a confiança dos utilizadores e a protecção de dados pessoais, ajudarem a criar novas oportunidades de negócio e a criar novas áreas de liderança, beneficiando cidadãos, serviços públicos e empresas. A parceria lançada hoje permite que os Estados-Membros trabalhem em conjunto com a Comissão Europeia para transformar o enorme potencial da tecnologia blockchain em melhores serviços para os cidadãos.”

Além disso, em fevereiro de 2018, a Comissão Europeia lançou o Observatório Europeu de Blockchain, com um investimento de 80 milhões de euros em projetos que promoviam o uso da tecnologia blockchain. Os estados membros pretendem investir mais 300 milhões de euros até 2020, para a causa.

Leia também  O caso contra os "contratos inteligentes atualizáveis"