Especialistas acreditam em grande alta do Bitcoin

0 Comentários

Em previsões otimistas, Chris Kline, co-fundador e COO da Bitcoin IRA, diz que o Bitcoin chegará a US$ 40.000 nos próximos meses.

A movimentação do Bitcoin em direção aos US$ 7.000 tem feito com que os investidores procurem indícios que confirmem se a tendência de baixa irá reverter.

Chris Kline, em um artigo da Forbes, prevê que o Bitcoin poderá ultrapassar US$ 40.000 até o final de 2018, e continuar a subir em 2019. O bilionário Marc Lasry também prevê esse mesmo aumento, à medida que a criptomoeda mostra sinais de se tornar mais popular e acessível ao comércio.

O otimismo de Kline tem como base a incerteza regulatória do mercado de criptomoedas e que a SEC aprovará em breve um ETF (Bitcoin Exchange Traded Fund).

Leia também  Concorrente da Paypal cresce a nível relâmpago após começar a negociar criptomoedas

Cada vez mais presente no cotidiano

Com a aprovação do ETF do Bitcoin, o número de investidores em criptomoedas vai aumentar, aumentando o dinheiro para o mercado. Para Kline:

“Se o pedido for aceito, então acredito que o Bitcoin se tornará muito mais acessível a uma gama mais ampla de investidores que desejam investir em um fundo de criptomoedas em vez de diretamente nas criptomoedas em si.”

Kline ainda acredita que a adoção de criptomoedas por instituições financeiras continuará, a exemplo disso, o Goldman Sachs planeja lançar operações comerciais com Bitcoin.

“Acredito que à medida que mais instituições financeiras construírem produtos de criptomoedas e com a provável aprovação dos ETFs de Bitcoin, mais investidores, tanto a nível individual quanto institucional, se envolverão com o Bitcoin, o que refletirá positivamente no preço.” afirma Kline.

Muitos fatores tem impulsionado o sentimento de que o Bitcoin se tornará cada vez mais presente no dia-a-dia das pessoas. Em julho de 2018, foi concedido à Mastercard, pelo escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos, uma patente para um método que acelera as transações de criptomoedas. Essa concessão se mostrou um importante avanço para os investidores do mercado de criptomoedas, pois “está realmente validando a ideia de que o dinheiro digital, ou dinheiro baseado em blockchain, é uma forma válida de transação”, Tom Lee, co-fundador da Fundstrat Global Advisor, disse

“Eu prevejo que a criptomoeda se tornará uma parte muito mais enraizada de nossas vidas diárias, já que será uma opção viável em muitos dos lugares onde realizamos nossas transações diárias”, diz Kline sobre o produto da Mastercard.

Fonte: bitcoinist.com

Leia também  Morgan Stanley se prepara para lançar negociações de derivativos de Bitcoin