Entenda o que muda com o Halving: a diminuição da recompensa pela mineração do Bitcoin

Basicamente, a partir de agora, as recompensas pela mineração vão cair pela metade, um processo chamado “halvening

A partir deste sábado (dia 9/07/2016), uma importante mudança ocorrerá no mercado de Bitcoin e deve chamar bastante atenção do mercado. Apesar de muitos investidores ainda não saberem, esta alteração está prevista desde a criação da moeda digital pelo desconhecido.

Desde que foi criada, a Bitcoin tem como uma de suas principais características o processo de mineração, que é responsável não só por aumentar a quantidade de moedas em circulação, como também prevenir fraudes. As transações em Bitcoin são armazenadas em algo chamado de “bloco“, com capacidade de armazenar 1 megabyte de dados, e é trabalho dos mineradores confirmar a autenticidade das transações contidas no bloco.

Leia também  IBM afirma que a tecnologia Blockchain irá mudar o mundo

entenda-o-halving-bitcoin

Os mineradores (de bitcoin!) fazem isso pegando os dados correspondentes de cada transação e usando-os para completar um problema de matemática. A solução deste problema é conhecida como um “hash”, e a cada vez que o bloco é completado os mineradores ganham recompensas por isso.

O código do bitcoin é programado para liberar automaticamente um montante de bitcoins para o minerador que trabalhar mais rápido naqueles últimos 10 minutos. Atualmente, o prêmio é de 25 bitcoins por bloco, o que equivale a algo em torno de US$ 16.000. É assim que novos bitcoins entram em circulação, sem a necessidade de uma autoridade central controlar seu suprimento, como acontece com as moedas tradicionais.

O montante da recompensa foi programado para cair pela metade a cada 210 mil blocos minerados, ou a cada quatro anos. Quando o bitcoin foi lançado em 2009, o minerador recebia 50 bitcoins por bloco minerado. Em 2012, o bloco de número 210 mil foi minerado e a recompensa caiu para 25 bitcoins. E agora, tudo está prestes a mudar novamente.

Leia também  Coinbase adiciona a Litecoin a serviço de wallet

A partir do dia 9 de julho, o bloco 420 mil deverá ser concluído e o valor da recompensa passará a ser 12,5 bitcoins por bloco minerado. Este mecanismo foi desenhado por Satoshi Nakamoto com o objetivo de controlar o suprimento e limitar a inflação da moeda digital. Vale lembrar que o criador da moeda estipulou que poderão ficar em circulação no máximo 21 milhões de bitcoins e este mecanismo ajuda a fazer com que este valor demore para ser atingido.

Quando o criador do Bitcoin construiu o sistema, ele sabia que, se a moeda decolasse e houvesse uma abundância de mineradores, esse limite seria alcançado rapidamente. Atualmente existem cerca de 16 milhões de bitcoin em circulação, e cerca de 3.600 bitcoins são criados a cada dia.

Via InfoMoney

Leia também  Conselheiro do presidente Putin planeja investimento de US $ 100 milhões em Mineração de Bitcoin na Rússia para tentar superar a china

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *