Empresa processa fundador da carteira de Bitcoin XAPO

0 Comentários
xapo
Imagem: reprodução

Uma empresa de proteção a roubos de identidade chamada LifeLock, entrou com ação contra Wences Casares, fundador da empresa carteira de bitcoins Xapo.

O processo foi aberto nos EUA contra Casares e seu ex-CFO da startup Lemon carteira digital, Cynthia McAdam, que atualmente atua como presidente e conselheiro geral para Xapo.

A LifeLock alegou que a propriedade intelectual relacionada com a Xapo e Lemon, deveria ter sido incluída a aquisição da startup Lemon pela LifeLock em 2013.

O processo também alega que tanto Casares e McAdam trabalharam no desenvolvimento da Xapo durante um período de transição quando estavam a serviço da Lifelock.

Em dezembro de 2013, a Lifelock comprou a Lemon por US $ 42.6M. Pouco depois da aquisição, Casares anunciou o lançamento da Xapo, com US$ 20 milhões em capital. Quatro meses depois, a Xapo levantou cerca de US$ 20 milhões adicionais da Greylock Partners e Index Ventures.

De acordo com o termo a LifeLock diz que comprou a empresa de carteira digital Lemon para a sua propriedade intelectual, incluindo a carteira “para armazenar com segurança dados de cartão de crédito e outras informações de conta em seus telefones inteligentes”.

Fonte: coindesk.com

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.