Empresa global de auditoria afirma que as Criptomoedas podem ser “a força da nova Economia”

Falar corajosamente, e publicamente, sobre um possível futuro habilitado pelo Bitcoin, Ethereum e criptomoedas está de repente bastante em voga.

Depois de anos de tabu, aparentemente os executivos seniores e as instituições financeiras globais não têm mais medo de dizer – pelo menos, é se a conversa em uma conferência realizada hoje pela fonte de notícias em Nova York, American Banker, mostrava indícios disso.

Para ajudar a dar início ao quarto evento anual ‘Blockchains + Moedas digitais’, um diretor da PwC chegou a fornecer uma visão detalhada da tomada do serviço profissional no futuro da blockchain, no processo, adicionando-se a recentes declarações de alta de executivos de longa data sobre aplicativos de Blockchain.

Dirigindo-se a um grupo de cerca de 300 banqueiros e tecnólogos, Grainne McNamara disse:

“Um novo sistema descentralizado tornado possível com criptomoedas poderia ser muito mais simples, removendo camadas de intermediação. Ele poderia ajudar a garantir menos riscos e, movendo-se de maneiras diferentes, abrirá a possibilidade de produtos financeiros novos e diferentes”.

Contrariamente ao sistema financeiro atual que McNamara descreveu como “muito complexo”, ela argumentou que uma economia movida por criptomoedas reduziria a barreira à entrada para aqueles que estão atualmente excluídos e, como resultado, aumentam a concorrência global para esses clientes.

Leia também  43% dos possuidores de criptomoedas farão "hold" de seus ativos em longo prazo, segundo estudo

Não é de agora…

No entanto, no caso da PwC, essa grande visão é mais do que apenas falar sobre.

Na verdade, as divisões da empresa já estiveram entre as mais ativas em abraçar as possibilidades das Blockchains públicas, mas nem sempre foi tão divulgado na mídia.

 

Contratos inteligentes para as pessoas

Em outros momentos, os painéis do evento examinaram o que realmente significa que as soluções de Blockchain estão “preparadas para produção” e como os contratos inteligentes podem afetar algum dia as vidas dos consumidores reais, em vez de apenas funcionários de back-office.

McNamara reconheceu que o impacto de contratos inteligentes sobre as finanças globais era particularmente pessoal, pois poderiam ter um impacto potencial no papel dos auditores, incluindo a PwC.

Leia também  Exchange Yobit é investigada na Rússia sob atividade suspeita e alegações de fraude

Como tal, ela disse que o PwC agora está examinando mais de perto para usar a tecnologia para analisar o impacto de um registro de transações compartilhado e confiável em seus negócios.

McNamara concluiu:

“Eu espero que isso reduza o custo das transações para os participantes, porque, sem dúvida, para as coisas que são padrão e eram uniformemente exigíveis, devemos ter um quadro mais distribuído e indiscutivelmente mais acessível”.

Via: Coindesk
Tradução: Guia do Bitcoin

loading...

Bancos de Hong Kong estão brigando contra exchanges de Bitcoin: contas congeladas, negação e atrasos

As contas bancárias de Hong Kong estão dificultando, se não impossibilitando, que negócios de bitcoin funcionem sem problemas. Relatórios da região chinesa incluem negação de contas, congelamento de contas existentes…

1 Comente

Segundo maior banco da Coreia do Sul lançará carteira para criptomoedas

O Segundo maior banco da Coreia do Sul, Shinhan Bank, anunciou que está se preparado para lançar um carteira de criptomoedas para que seus clientes possam guardar de forma segura…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link