DragonEx é hackeada e tem valores de clientes roubados

1 Comente

A Dragon Ex, a 32ª maior exchange de criptomoedas de acordo com dados do CoinMarketCap, afirmou no canal oficial da exchange no Telegram que seus sistemas foram invadidos e hackeados no dia 24 de março. A corretora que se dizia “uma plataforma segura e estável para transações de Bitcoin e Ethereum” sofreu prejuízo financeiro durante o ataque.

O time por trás da exchange disse:

“Diversas administrações judiciais foram informadas sobre esse crime cibernético, incluindo Estônia, Singapura, Hong Kong e outras. Nós estamos dando apoio às polícias para realizar as investigações. Todas os serviços da plataforma vão ser fechados a situação para recuperação do prejuízo vai ser anunciada em uma semana. Em relação aos prejuízos causados aos nossos usuários, a DragonEx vai se responsabilizar a qualquer custo.”

Os ativos digitais roubados pelos hackers incluem Bitcoin (BTC), Ether (ETH), XRP, Litecoin (LTC), EOS e a stablecoins Tether (USDT).

Joanne Long, administradora do canal oficial do Telegram da DragonEx, disse que a equipe da exchange conseguiu identificar para onde foram enviados os fundos retirados da corretora. Alguns dos locais são outras exchanges com regulamentações e compatibilidade com normas de KYC, como a Bittrex.

Em uma publicação fixada, no canal, Joanne Long pede ajuda de outras exchanges para congelar os fundos que foram rastreados como roubados da DragonEx. Segundo o comunicado, os valores transferidos para Huobi e Gate.io já foram bloqueados.

Fonte: Telegram

Com essas informações e com a ajuda as outras exchanges, existe uma forte possibilidade de parte dos valores possa ser recuperado. Porém, é bem provável que os hackers tenham guardado a maioria dos fundos para transferir no futuro e sem levantar tantas suspeitas. Pode até ser que eles propositalmente fizeram transferências identificáveis para despistar as autoridades.

Mesmo que os hackers tenham dado o mole de enviar os ativos roubados ara corretoras com KYC e que poderiam congelar todos os fundos, existe um outro problema a ser considerado. A DragonEx disse que além dos fundos dos clientes, foi roubado também valores da própria empresa.

Na hora de devolver os valores roubados, como determinar que o que foi recuperado é dos clientes ou da exchange? Felizmente a corretora está assumindo toda a responsabilidade e parece estar bem-disposta a amenizar a situação para seus usuários.

Veja também:Os Bancos centrais vão comprar Bitcoin? Preparare-se para uma alta sem precedentes

Escreva um comentário

1 Comentário

Investir é especulativo. Ao investir seu capital está em risco. Este site não se destina a uso em jurisdições em que a negociação ou os investimentos descritos são proibidos e só devem ser usados por essas pessoas e de maneiras que sejam legalmente permitidas. Seu investimento pode não se qualificar para a proteção do investidor em seu país ou estado de residência, portanto, conduza sua própria devida diligência. Este site é gratuito para você usar, mas podemos receber comissões das empresas que apresentamos neste site. Clique aqui para obter mais informações.