Diretor do Banco Central da China critica o Bitcoin e defende criptomoeda estatal

Em uma reunião organizada pela União Internacional de Telecomunicações nesta semana, Yao Qian, diretor do Instituto de Pesquisas de Moedas Digitais do Banco popular da China, teria se vangloriado do potencial de uma moeda digital estatal, sugerindo que existe uma inerente falta de valor nas criptomoedas descentralizadas, como o bitcoin.

De acordo com um relatório da  Yicai, Yao também definiu uma moeda digital emitida pelo estado como forma de estabilizar a moeda fiat doméstica, melhorando assim o status financeiro do país.

Embora o jornal tenha deixado claro que os comentários de Yao refletem suas próprias opiniões, as observações revelam, no entanto, como o país pode optar por direcionar o desenvolvimento futuro da moeda digital.

Yao disse aos participantes:

“O valor das criptomoedas, como o bitcoin, vem principalmente da especulação do mercado. Será um desastre reconhecê-lo como uma moeda real. E a falta de valor determina inerentemente que o bitcoin nunca poderá ser real”.

Lançado pelo banco central da China em junho deste ano, o Digital Currency Research Institute concentra-se em pesquisas e desenvolvimentos relacionados à moedas digitais baseada na blockchain. Atualmente o chefe do instituto, Yao também atuou como vice-diretor do departamento de tecnologia do PBoC.

Leia também  Usuários podem agora guardar e trocar Bitcoin Cash através da carteira Blockchain

Em outra situação, Qian criticou ainda mais o bitcoin. Ele declarou que a natureza deflacionária dos sistemas econômicos que utilizam a tecnologia poderia ser um obstáculo ao seu sucesso. “Um limite total de 21 milhões, como o do bitcoin, cujo suprimento atual também se reduz a cada quatro anos, é um problema para a evolução da moeda”, disse ele.

Yao continuou a argumentar que uma moeda digital estatal, no entanto, cria valores econômicos tangíveis e ajuda a estabilizar a posição de mercado das moedas fiat.

“A natureza de uma moeda digital estatal é uma responsabilidade do governo emitida para o público”, disse ele. “E é apoiada pela credibilidade soberana”.

No entanto, a Yao adota uma abordagem diferente da visão atual dos projetos de outros bancos centrais que se concentram na tecnologia de livros contábeis distribuídos.

Leia também  Segwit2X futures quebra todos os recordes: Fork aumentou 75% em um dia

Citando o conceito de design RSCoin pelo Banco da Inglaterra como um exemplo promissor, Yao argumentou que essa moeda digital estatal não deveria ser confinada pela ideologia da cadeia de blocos e da DLT.

“RSCoin retrata um sistema que é controlado pelo banco central”, disse ele. “O papel dos bancos centrais pode não ser apenas decidir quanto fornecer, mas também projetar a regra do algoritmo de fornecimento”.

Adaptação/Tradução: Guia do Bitcoin


Acompanhe notícias todos os dias sobre Bitcoin e Criptomoedas:

Telegram: http://telegram.me/guiadobitcoin
Facebook: https://www.facebook.com/guiadobitcoin/
Twitter: https://twitter.com/guiadobitcoin
Feed RSS: http://guiadobitcoin.com.br/feed/

[jetpack_subscription_form title=”Bitcoins no seu e-mail” subscribe_text=”Digite o seu e-mail” subscribe_button=”Quero receber” show_subscribers_total=”1″]

Posts relacionados

Leia também  Bitcoin na África do Sul: país registra recorde em volumes de negociação da criptomoeda
loading...

Assembleia de Nova York sugere criação de força tarefa para monitoramento de ativos digitais no estado americano

Novos projetos de leis foram propostos pela assembléia do estado de Nova York quanto às implicações da tecnologia blockchain e as criptomoedas. Um dos projetos, chamado de AO8783, visa criar…

0 Comentários

Santander Portugal: Após pressão dos clientes banco “libera” transações envolvendo Bitcoin

Os bancos estão determinados em impedir que os usuários comprem ou vendam Bitcoin, ou outras criptomoedas. Este procedimento tornou-se um “fenômeno” global nos últimos anos. Uma filial portuguesa do banco Santander teve…

0 Comentários
Vai ficar de fora?
Para manter-se atualizado sobre novidades, ofertas e dicas, informe-nos que você gostaria de receber atualizações por e-mail inserindo seu endereço de e-mail e clicando para se inscrever. Como usamos as suas informações?​

INSCREVER
close-link